Notícia

Celulose Online

Livro traz panorama de avanços científicos em bioenergia

Publicado em 25 janeiro 2014

25/01/2014 - O livro Plants and Bioenergy, que acaba de ser lançado, pretende contribuir com a tese de que a dependência global de petróleo é um desafio que vai requerer novas buscas científicas em bioenergia para o século 21.  A obra  traz um panorama sobre os avanços científicos recentes alcançados no continente americano e foi lançada pela editora Springer.

O novo livro é fruto de um evento homônimo realizado na cidade de São Pedro, interior de São Paulo, em 2010, sob a coordenação de Marcos Silveira Buckeridge, professor da Universidade de São Paulo (USP) e coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia (INCT) do Bioetanol – um dos INCTS apoiados pela FAPESP no Estado de São Paulo.

Buckeridge dividiu a edição do livro e a organização do evento com Maureen McCann e Nicholas Carpita – ambos da Purdue University, nos Estados Unidos. “Realizamos no México, em 2008, o primeiro Congresso Pan-americano sobre Plantas e Bioenergia, com o objetivo de fomentar a colaboração científica na área. A partir de então, o evento se tornou bienal. A segunda edição foi no Brasil; a terceira, nos Estados Unidos; e em julho de 2014 haverá outra no Canadá”, disse Buckeridge.

O congresso de 2008 primeiro deu origem ao livro Routes to Cellulosic Ethanol, focado apenas em pesquisas relacionadas à produção do etanol de segunda geração e lançado pela Springer em 2010. Já a proposta deste segundo livro da série, porém, é ser um apanhado mais amplo sobre os estudos relacionados à bioenergia, abrangendo desde os aspectos políticos e econômicos até estudos genéticos para melhoramento de culturas como o sorgo e métodos de processamento da biomassa.

Entre os autores também se destacam Michael Casler (University of Wisconsin-Madison), Bruce E. Dale (Michigan State University), David Zilberman (University of California), Harry Gilbert (Newcastle University), Joseph Bozell (University of Tennessee), Antonio Salatino (USP) e José Goldemberg (USP).

Os resultados apresentados por Buckeridge são frutos de pesquisas realizadas no âmbito do INCT do Bioetanol e também de um Auxílio à Pesquisa Regular apoiado pela Fapesp.

Fonte: Portal Ambiente Energia/Adaptado por CeluloseOnline