Notícia

Agência Gestão CT&I

Livro ensina dicas para elaborar artigos científicos estruturados

Publicado em 02 setembro 2016

Para publicar em periódicos de alto nível e elevado índice de impacto é preciso apresentar, além de resultados de pesquisas consistentes, uma redação científica de qualidade. Com o objetivo de auxiliar interessados em elaborar e divulgar pesquisas cientificas, o pesquisador Gilson Volpato, com mais de 30 anos de experiência no ensino de ciência e redação científica, lançou recentemente a quarta edição do livro “Dicas para redação cientifica”.

Nesta edição, revista e ampliada, Volpato traz 380 dicas de como elaborar um artigo científico bem estruturado, capaz de despertar o interesse de revistas reconhecidas mundialmente nessa área. “As dicas abrangem todo o processo de produção de um texto científico, que começa com saber o que é ‘ciência’, o que significa ‘fazer ciência’ e termina com o acompanhamento do impacto do artigo”, disse o autor.

Os leitores também encontrarão na obra informações conceituais da prática científica, dicas de como usar termos em inglês e indicação de jargões que devem ser evitados, além de orientações sobre autoria científica. O autor sugere, ainda, como escolher a revista para qual enviar o artigo e faz recomendações que considera estratégicas para dialogar com os editores e revisores.

As dicas têm como base a ideia, defendida por Volpato, de que os erros de redação científica vão muito além da escrita e decorrem principalmente de falhas de entendimento dos conceitos de ciência e comunicação científica. “Procuro mostrar como um cientista raciocina para encontrar soluções adequadas para toda e qualquer dúvida na estruturação e escrita de um texto científico.”

Volpato já publicou diversos livros sobre o tema. Entre os mais conhecidos estão: Elabore projetos científicos competitivos (2014), Ciência: da filosofia à publicação científica (2013), Dicionário crítico para redação científica (2013) e Administração da vida científica (2009).

Para mais informações sobre o livro, acesse este link.

(Agência Gestão CT&I, com informações da Fapesp)