Notícia

Jornal Joseense News

Livro aborda a biogeografia e a ecologia das cobras nas ilhas

Publicado em 15 agosto 2019

Por Agência FAPESP

As ilhas no contexto da ecologia e da biogeografia de cobras são o assunto principal do livro Islands and Snakes: Isolation and Adaptive Evolution (Oxford University Press, 2019), editado pelo professor Marcio Martins, do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (USP), e por Harvey Lillywhite, da Universidade da Flórida (Estados Unidos).

A obra recém-publicada é resultado de uma Bolsa no Exterior – Pesquisa da FAPESP, na Universidade da Flórida em 2013.

O livro contém 13 capítulos que tratam das cobras e seus papéis ecológicos em ilhas ao redor do mundo. Os autores ilustram como os estudos de cobras em ilhas podem informar princípios gerais relacionados à biologia de ilhas ou hábitats fragmentados.

A obra conta com fotografias e ilustrações com informações sobre ecologia, comportamento, biogeografia, fisiologia, adaptação e biologia evolutiva. Um dos capítulos aborda a espécie brasileira jararaca-ilhoa ( Bothrops insularis), serpente conhecida por ter um veneno muito forte e por habitar exclusivamente a Ilha da Queimada Grande, a 35 quilômetros do litoral paulista, entre os municípios de Itanhaém e Peruíbe (SP).

O livro tem 360 páginas e pode ser comprado pelo site da editora.

FAPESP

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Agrosoft