Notícia

Gazeta de Limeira

Limeira realiza a 1ª Olimpíada de Genética

Publicado em 30 setembro 2001

Cerca de 42 escolas de Limeira participaram ontem da primeira Olimpíada de Genética realizada no Ginásio de esportes do Jardim Santo André. A iniciativa contou com o patrocínio da Fundação de Amparo à Pesquisa, do Estado de São Paulo (Fapesp), e com organização da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e do Centro Superior de Educação Tecnológica (Ceset). O evento foi realizado com escolas públicas, como prioriza a Fapesp. A competição encerrou o curso de extensão realizado pelo Instituto de Biologia da Unicamp, ministrado no campus de Limeira, chamado "O uso de jogos educativos e aulas práticas especiais como instrumento de atualização em genética". Vários professores da rede de ensino de Limeira participaram das aulas, que tiveram carga horária de 180 horas. "É uma forma de fazer com que o professor participe da comunidade científica de uma universidade", avaliou o coordenador do curso e da olimpíada, Prof. Dr. Octávio Henrique Oliveira Pavan. A competição contou com uma eliminatória feita inicialmente nas escolas, com mais de oito mil crianças. Ontem havia 470 alunos selecionados disputando prêmios como bicicletas e radiogravadores com CD. Segundo a diretora superintendente do Ceset, Profª Maria Auxiliadora Marinho, foi feito um levantamento de interesse na cidade com os docentes, e então foi realizado o projeto para trazer o curso para Limeira. "A olimpíada é uma forma de despertar na criança a busca pelo aprendizado, através da diversão", disse.