Notícia

GPA LogNews

Libbs investe US$ 1 milhão em startup

Publicado em 31 maio 2019

Por Pesquisa para Inovação

A Pluricell Biotech, startup apoiada pela FAPESP no âmbito do Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) e incubada na USP/IPEN-Cietec, em São Paulo, firmou contrato com a Libbs Farmacêutica para o desenvolvimento em conjunto de terapia celular regenerativa para doenças cardiovasculares. O investimento inicial é de US$ 1 milhão e os estudos já estão em fase pré-clínica.

A Pluricell Biotech tem como objetivo gerar células cardíacas em laboratório, a partir de células-tronco, e colocá-las no coração das pessoas que perderam essas células, restabelecendo pacientes e restaurando a função cardíaca, melhorando consideravelmente o seu estado clínico.

Marcos Valadares, CEO da Pluricell Biotech, biológico com doutorado em genética humana e células-tronco pelo Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (USP), explica que a maior causa da insuficiência cardíaca se deve a doença coronariana que gera isquemias locais, culminando na perda de células cardíacas, mais conhecido como infarto. “O prognóstico de pacientes com esse quadro é que metade deles, em média, após 5 anos, estarão ofegantes ou entrando em filas de transplantes. Injetando células cardíacas nessas pessoas, acreditamos ser possível repor o tecido muscular do coração e aumentar a expectativa e qualidade de vida”.

A Libbs Farmacêutica promove, desde 2016, o programa Portas Abertas, que visa identificar, desenvolver e testar inovações em parceria com startups. Desde então, 264 startups, 109 só em 2018, tiveram oportunidade de mostrar suas soluções, conversar e participar dos desafios lançados

As empresas interessadas podem se cadastrar no programa pelo site www.portasabertas.libbs.com.br.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Protec - Pró-Inovação Tecnológica Investe São Paulo Panorama Farmacêutico