Notícia

Planeta Universitário

Leopoldo de Meis, professor emérito da UFRJ, morre aos 76 anos

Publicado em 09 dezembro 2014

O pesquisador Leopoldo de Meis, professor emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), morreu no domingo (07/12), aos 76 anos. Nascido no Egito em 1938, passou parte da infância na Itália e veio ainda criança para o Brasil, onde se naturalizou brasileiro. Formado em Medicina pela UFRJ, era, desde 1978, professor titular de Bioquímica na universidade, onde fundou o Instituto de Bioquímica Médica que leva o seu nome.

Além de atuar na área de bioquímica celular, em linhas de pesquisa como mecanismos de transdução de energia em sistemas biológicos e transporte ativo de íons, dedicou-se à área de Educação para Ciência. Criou cursos de férias na UFRJ, voltados a jovens de baixa renda.

De Meis publicou 205 trabalhos científicos em revistas nacionais e internacionais e foi autor ou coautor de 13 livros, entre eles Ciência, Educação e o Conflito Humano-Tecnológico (Senac São Paulo/2006).

Entre outros prêmios, recebeu, em 1995, a Ordem Nacional do Mérito Científico, Classe Grã Cruz e, em 2008, foi o vencedor do prêmio Conrado Wessel.

De Meis deixou a mulher, a professora Vivian Rumjanek, quatro filhos e seis netos.

Agência FAPESP