Notícia

Info Natura

Laranja pode tornar-se geneticamente resistente a pragas agrícolas

Publicado em 17 dezembro 2016

Elton Alisson | Agência FAPESP - Uma das frutas mais consumidas no Brasil e no mundo, a laranja pode tornar-se geneticamente mais tolerante a doenças.

 

Um grupo de pesquisadores do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Genômica para o Melhoramento de Citros (INCT Citros) - um dos INCTs apoiados pela FAPESP e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) no Estado de São Paulo ? pretende transferir para a laranja genes de tangerinas e de outros citros relacionados à resistência a doenças.

 

Resultado do Projeto Temático "Plataforma genômica aplicada ao melhoramento de citros", apoiado pela FAPESP por meio de um convênio com o CNPq para o apoio a INCTs no Estado de São Paulo, o estudo foi apresentado durante o evento "Do básico ao aplicado: apoio da FAPESP na pesquisa em citricultura", realizado no dia 3 de novembro, no auditório da Fundação.

 

"Já conseguimos caracterizar vários genes candidatos à resistência a doenças de tangerinas e outros citros e agora estamos tentando transferi-los para a laranja a fim de tentar desenvolver uma planta que seja modificada, mas não transgênica, por meio de técnicas como a cisgenia [transferência de genes de espécies de um mesmo grupo de organismos que se cruzam na natureza]", disse Marcos Antônio Machado, diretor do Centro de Citricultura "Sylvio Moreira", do Instituto Agronômico (IAC), onde está sediado o INCT Citros, à Agência FAPESP.

 

"Solicitaremos licenciamento para a CTNBio [Comissão Técnica Nacional de Biossegurança] para fazer avaliações experimentais", afirmou.

 

De acordo com o pesquisador, a identificação de genes-alvo para aumentar a resistência da laranja a pragas agrícolas foi possível por meio do sequenciamento do genoma de referência de citros.

 

Concluído em 2014 por um consórcio internacional de pesquis...