Notícia

Cultivar

Laboratório inaugura site sobre fisiologia vegetal

Publicado em 19 agosto 2015

Por Caio Albuquerque

Está no ar o site do Laboratório de Estudos de Plantas sob Estresse (Lepse), do Departamento de Ciências Biológicas, da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (USP/ESALQ). De acordo com o coordenador do Lepse, Ricardo Ferraz de Oliveira, a plataforma está estruturada com a tecnologia de otimização de mecanismos de busca, ou SEO, sigla para Search Engine Optimization, que permite que sites como o google, por exemplo, possam mapear o conteúdo de forma a facilitar o posicionamento em buscas espontâneas. “Já registramos, em menos de um mês, mas de 415 acessos, oriundos de mais de 17 países”, conta Oliveira.

Para manter o site atualizado, o coordenador do Lepse lembra que é possível inserir conteúdos de forma instantânea e em qualquer lugar. “Não preciso necessariamente estar ligado na rede local. Para tanto contei com apoio especial da equipe da Virtuali, uma empresa de Piracicaba especializada em desenvolvimento de sites de pesquisas”, frisa.

Conteúdo – Aos interessados, o site do Lepse está focado nas esferas do ensino e pesquisa e conta com uma coleção de artigos científicos, animações didáticas, livros em formato pdf, vídeos e documentários que contribuem com a divulgação da ciência vegetal.

“A ciência vegetal vive um momento em que a visão das plantas como seres passivos tem revelado como sendo apenas aparente. É cada vez mais evidente que as plantas são organismos altamente dinâmicos que ativamente e competitivamente forrageiam por recursos limitados, tanto acima quanto abaixo do solo. Elas percebem, transmitem, processam e armazenam informações do ambiente através da condução de sinais elétricos, hidráulicos e químicos, constituindo uma intrincada e complexa rede de processamento de informação, o que lhes confere características cognitivas típicas de organismos inteligentes e conscientes como memória, aprendizagem, previsão de futuro, análise custo benefício etc. Seu comportamento é tão sofisticado quanto àquele observado em animais, mas sua importância potencial tem sido mascarada pelo fato de que as plantas operam em uma escala de tempo muito mais lenta do que as animais”, descreve o coordenador do Lepse no texto de abertura do site ao defender a importância da fisiologia vegetal.

Laboratório – Localizado no Horto Experimental “Prof. Dr. Walter Radamés Accorsi” do Departamento de Ciências Biológicas da ESALQ, o Lepse foi construído com auxílio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) a partir de sua linha regular de apoio à pesquisa (modalidade: projeto individual de infraestrutura Proc. 1996/10252-0) e inaugurado em 9 de abril de 1999, sendo desde então coordenado pelo professor Ricardo Ferraz de Oliveira, o qual também foi o idealizador do projeto que deu origem ao laboratório.

Acesso: www.esalq.usp.br/lepse.