Notícia

Com Ciência

Laboratório de Genômica e bioEnergia (LGE) da Unicamp lança série de vídeos

Publicado em 05 fevereiro 2020

A série de vídeos curtos “Ciência em série”, que traz jovens cientistas do Laboratório de Genômica e bioEnergia (LGE) da Unicamp falando de suas pesquisas de forma simples e fácil, foi lançado este mês.

No total são 14 vídeos, sendo um de introdução ilustrado pelo artista Vicente Magalhães, 11 vídeos curtos e dois vídeos bônus, com duração média de um minuto.

Cada vez mais, a produção audiovisual se aproxima da produção acadêmica. Hoje várias editoras de periódicos científicos renomados, como Elsevier, Cell Press e Wiley, já têm em suas bases jornais que exigem a submissão de um resumo em forma de vídeo. Outros como a Springer Nature classificam artigos por altimétrica, pontuação baseada na atenção on-line que um artigo recebe. Vídeos sobre artigos aumentam as chances de serem baixados e até citados.

Inspirada em um desafio do Instituto Serrapilheira feito aos pesquisadores contemplados em seu primeiro edital em 2018, a idealizadora do projeto, Camila Cunha, achou que estimular alunos de iniciação científica e pós-graduação a falar sobre suas pesquisas em vídeos seria um exercício interessante.

“Como cientistas esquecemos que fazer ciência é comunicar, primeiro para os pares e depois para a sociedade. Muitos cientistas subestimam a importância de aprender técnicas de produção audiovisual. Precisamos lembrar que estamos na Era Digital e as grandes transformações passam invariavelmente pelos meios de comunicação”, comenta Cunha, que acrescenta “a criação multimídia é parte fundamental do letramento digital e depende do desenvolvimento de várias habilidades que passam por acessar, entender, avaliar criticamente e criar conteúdo em diferentes formatos e contextos”.

Os vídeos fazem parte da iniciativa de divulgação científica Planteia, encabeçada pela pesquisadora Camila Cunha, no âmbito do Programa Mídia Ciência da Fapesp com apoio do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor), do Grupo de Gestão em Tecnologias Educacionais (GGTE) e do Laboratório de Genômica e bioEnergia (LGE) do Instituto de Biologia, todos da Unicamp.

Confira a série em: http://bit.ly/ciencia-em-serie