Notícia

A Folha (São Carlos, SP)

Laboratório da USP pesquisa madeira laminada colada

Publicado em 11 fevereiro 2007

Com a vantagem de ser versátil, esse material pode ser utilizado na construção de pontes, coberturas, casas ou edifícios

Prevenir o ataque de fungos e insetos, produtos impermeabilizantes contra raios ultravioleta e equipamentos para o manuseio da madeira, são, algumas das áreas estudadas no LaMEM - Laboratório de Madeiras e Estruturas de Madeira que faz parte do Departamento de Engenharia de Estruturas da Escola de Engenharia de São Carlos.
Uma das Linhas de Pesquisa do LaMEM é o estudo de compósitos de madeira.São estudados adesivos, resistência de emendas dentadas, reforço com fibras de vidro e de carbono, com o objetivo de produzir elementos estruturais de madeira laminada colada, para aplicação na construção civil.
Desenvolveram trabalhos nessa linha os três últimos alunos orientados pelo Professor Antonio Alves Dias: do LaMEM, um de mestrado e dois de doutorado, sendo que dois voltaram-se para a área acadêmica. Dois eram financiados pela CAPES, e um pela FAPESP.
O docente explica que a madeira laminada colada é constituída por lâminas obtidas a partir de peças de madeira com pequenas dimensões liga das por meio de emendas dentadas coladas. Posteriormente, as lâminas são coladas: podendo-se obter elementos de várias formas e dimensões. Ainda segundo Dias, a principal vantagem da madeira laminada colada é sua versatilidade para obter formas mais eficientes do ponto de vista estrutural, possibilitando a produção de elementos estruturais para serem utilizadas na construção de pontes, coberturas, casas ou edifícios.
Até pouco tempo a Laboratório de Madeira Estruturas de Madeira ma Convênio, para Cooperação Acadêmica Internacional com a Universidade de Bio-Bio (Concepción-Chile)
(www.cem.if.sc.usp.br/EloizaStrachicini)