Notícia

UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas

KyaTera promove encontro entre pesquisadores

Publicado em 02 dezembro 2008

No sábado (29), 60 pesquisadores de diversas instituições de pesquisa do Estado de São Paulo  estiveram reunidos no Workshop KyaTera 2008, que aconteceu no auditório do Instituto de Física Gleb Wataghin, Unicamp. Kyatera é uma plataforma óptica de pesquisa para o desenvolvimento da internet avançada.  Durante o evento foram discutidos os resultados de pesquisas realizadas na plataforma que completou três anos. Segundo, Hugo Fragnito, do Centro de Pesquisas em Óptica e Fotônica da Unicamp e coordenador do KyaTera, os objetivos estabelecidos no início do projeto foram atingidos. Um dos maiores desafios do KyaTera era o de montar uma rede Internet estável de altíssima capacidade. “Não tínhamos certeza de poder completar essa rede até 2008 e por isso propusemos demonstrar ‘algumas’ conexões entre campi como prova de conceito. Porém, com as fibras cedidas pela Telefônica em 2007, não apenas algumas, mas todas as conexões foram ativadas”, disse Fragnito. Segundo ele, o tronco principal da rede estável, que liga Campinas, São Paulo e São Carlos está atualmente operando a 20 Gbps. Através dela, todos os participantes se comunicam a 1,25 Gbps.

Um dos laboratórios conectados é o  Comlab, que fica no Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC). O ComLab está utilizando o KyaTera para testar uma plataforma de hardware que possibilita realizar experimentos em tempo real, distribuídos na rede. “Nosso objetivo é fazer experimentos em sistemas de comunicação digital onde componentes de hardware estão fisicamente distantes, porém interconectados através do KyaTera”, explicou Fabbryccio Cardoso.

Parte dos pesquisadores ligados ao KyaTera dedica-se ao desenvolvimento de WebLabs, laboratórios reais cujos equipamentos são controlados por meio da Rede. Durante o Workshop o professor Eleri Cardozo, do ReaLabs, um dos laboratórios do projeto, demonstrou o controle de robôs que estavam no CTI (antigo Cenpra) e no ITA, em São José dos Campos, a partir do auditório da Física. O objetivo do ReaLabs é pesquisar, construir e avaliar ambientes cooperativos multiinstitucionais para WebLabs. As instituições que participam do ReaLabs são a FEEC Unicamp, o CTI, o ITA, Universidade Federal de Uberlândia e a PUC do Rio Grande do Sul. Segundo o pesquisador o KyaTera possibilitou desenvolver uma plataforma para gerência de WebLabs multi-institucionais e WebLabs de robótica móvel e redes de computadores.

O KyaTera possui atualmente cerca de 40 WebLabs, contemplando pesquisas em óptica e fotônica, química, meio ambiente, medicina e outras. As instituições atualmente conectadas à plataforma KyaTera são: Unicamp, ITA, Ipen, USP (São Paulo, Ribeirão Preto e São Carlos), Ufscar, Unifesp, Mackenzie, Incor, Fapesp, Hospital Albert Einstein, UFABC, CPqD, CTI (antigo Cenpra), Unesp (Rio Claro, São José do Rio Preto e Araraquara), Unisantos, Telefônica.