Notícia

Jornal de Piracicaba

Koppert busca expansão sul-americana

Publicado em 01 agosto 2019

Empresa comprou companhia argentina recentemente

A Koppert Biological Systems, empresa holandesa líder mundial em agentes biológicos para a agricultura com unidade em Piracicaba, recentemente fechou a aquisição da companhia argentina Nitrasoil, que a levou a um novo segmento do mercado agrícola, o de inoculantes. Mas a empresa tem planos mais ambiciosos, que envolvem conquistar mais países do bloco sul-americano. A afirmação é do diretor comercial da Koppert do Brasil, Gustavo Herrmann.

“A partir do ‘head office’ de Piracicaba estamos expandindo o negócio para Argentina, Uruguai, Paraguai e Bolívia. A Koppert agora conta com três plantas fabris: Piracicaba, onde produzimos biodefensivos microbiológicos (à base de fungos, bactérias e vírus benéficos); Charqueada, onde fica a produção de biodefensivos macrobiológicos (insetos parasitoides de pragas agrícolas); e Quilmes (Buenos Aires), que é a fábrica de inoculantes (bactérias fixadoras de nitrogênio às raízes das plantas) da Nitrasoil.”

Voltada para o agronegócio, a Koppert tem em Piracicaba um grande mercado a ser explorado. Para a empresa, a cidade tem um ambiente de negócios muito positivo. “Estamos dentro do AgTech Valley, logisticamente bem localizados em relação ao mercado nacional e internacional Além disso, a parceria entre a Koppert e Esalq/USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da Universidade de São Paulo) é fundamental para o sucesso do negócio no Brasil”, observa.

Herrmann complementa que a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) acabou de aprovar a criação de um centro tecnológico de pesquisa em controle biológico, onde a Koppert do Brasil foi convidada a integrar, em parceria com a Esalq. “Serão mais de R$ 40 milhões investidos pelas três entidades em um prazo de dez anos, o que faz do centro o maior no segmento de biodefensivos nas Américas”, destaca.

A Koppert está presente no Brasil desde 2011, quando iniciou seus primeiros registros. A empresa possui departamento próprio de Pesquisa Desenvolvimento para aperfeiçoamento de tecnologias de controle biológico para a agricultura tropical, ajudando a tornar a produção agrícola brasileira mais sustentável, saudável e em harmonia com a natureza.