Notícia

JC e-mail

Jovens pesquisadores ganham representação

Publicado em 27 dezembro 2004

A Academia Mundial de Jovens Cientistas (cuja sigla em inglês é Ways, de World Academy of Young Scientists), que já conta com mais de mil membros, realizou sua primeira conferência geral. O encontro ocorreu no Marrocos, entre 11 e 13 de dezembro, e serviu para estabelecer a organização como um foro internacional de discussão sobre políticas científicas. Lançada oficialmente em novembro de 2003, durante o Fórum Mundial de Ciência, na Hungria, a Ways é mantida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), pela Academia Húngara de Ciências e pelo governo da Hungria. Segundo o serviço de notícias SciDev.Net, o encontro no Marrocos serviu também para aprovar os regulamentos da academia e definir melhor sua atuação. O objetivo principal da Ways é ser "uma rede global e permanente para a comunidade de jovens pesquisadores que ofereça contribuições regulares para o processo decisório do setor de ciência e tecnologia". Os participantes da primeira conferência também aprovaram a criação de cinco divisões para a atuação da academia: ciências naturais; ciências médicas e da vida; engenharia e ciência da computação; ciências agrária e ambiental; e ciências humanas e sociais. A Ways definiu ainda que seus membros estarão divididos em grupos regionais. Outro dos objetivos estabelecidos para a academia é o de tornar a ciência mais atrativa aos jovens e acessível a qualquer um, especialmente em países em desenvolvimento. Mais informações: http://www.waysnet.org
(Agência Fapesp, 28/12)