Notícia

Lavras 24 horas

“Jovem Guarda: Moda, Música e Juventude”; Roberto Carlos quer censurar o livro

Publicado em 30 abril 2013

Escrito por Maíra Zimmermann, o livro aborda a emergência de um estilo de vida jovem rebelde no Brasil dos anos 1960, que, associado à estreia do programa Jovem Guarda (1965-1968), liderado por Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Wanderléa, convergia com o esforço da indústria cultural nacional em criar ídolos pop, com inspiração no modelo britânico difundido pelo pop/rock internacional norteado pelos Beatles. As transformações comportamentais do período são analisadas dentro do contexto da formação do mercado consumidor adolescente, associado ao início do prêt-à-porter no Brasil. A obra é resultado de uma dissertação de mestrado em moda, cultura e arte no Centro Universitário Senac e publicado com apoio da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e aborda a relação do movimento com a consolidação da cultura juvenil no Brasil dos anos 1960.

A obra está sendo objeto de uma ação para não publicação por Roberto Carlos.

Fonte: www.estacaoletras.com.br