Notícia

Portal Fator Brasil

José Thomaz Senise, professor da Mauá, recebe título de pesquisador emérito do CNPq

Publicado em 06 maio 2008

O professor José Thomaz Senise, do Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia, foi agraciado com o título de Pesquisador Emérito do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq, em reconhecimento à sua contribuição ao desenvolvimento da ciência e tecnologia no Brasil. A solenidade de entrega da premiação ocorreu no dia 30 de abril, em Brasília, e fez parte das comemorações dos 57 anos de criação do órgão, instituído para atuar na formação de pesquisadores e no fomento a projetos de pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação. O ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, participou da solenidade.

Professor e pesquisador da Mauá, José Thomaz Senise é engenheiro mecânico e eletricista formado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo - USP, com mestrado e doutorado em Engenharia Elétrica pela Stanford University, dos Estados Unidos, com especialização em microondas. Presidente de Honra da Sociedade Brasileira de Microondas e Optoeletrônica, atualmente coordena projeto de pesquisa financiado pelo Instituto Mauá de Tecnologia - IMT e pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP, envolvendo o estudo de reações químicas incentivadas por microondas. Senise detém dez patentes em equipamentos e processos industriais que utilizam microondas.

"Esses resultados só foram possíveis com o apoio do Instituto Mauá de Tecnologia e da FAPESP, a colaboração de muitos colegas, de toda a equipe do Laboratório de Microondas e das oficinas do Instituto Mauá de Tecnologia e, particularmente da parceria de mais de dez anos com Luiz Alberto Jermolovicius, professor de Engenharia Química da Mauá", comentou o prof. Senise.

O título de Pesquisador Emérito foi instituído pelo CNPq em 2005 e é concedido anualmente a dez pesquisadores — brasileiros ou estrangeiros - pelo conjunto de sua obra científico-tecnológica (artigos científicos, livros, patentes, prêmios) e por seu renome junto à comunidade científica. O objetivo é reconhecer o trabalho de profissionais que se dedicam à pesquisa científica. A seleção dos premiados é feita pelo Conselho Deliberativo do CNPq. Além do prof. Senise, foram homenageados Alfredo Scheid Lopes, Antonio Fernando Piza, Luiz Hildebrando Pereira da Silva, José Murilo de Carvalho, Ricardo Renzo Brentani, Roland Köberle, Walter Arno Mannheimer, Warwick Estevam Kerr e Wilson Cano, nomes que representam um conjunto expressivo de pesquisadores responsáveis pelo desenvolvimento cientifico e tecnológico do País.

Estiveram presentes na solenidade o Ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, o presidente do CNPq, Marco Antonio Zago, o presidente da CAPES, Jorge Almeida Guimarães, e o reitor do Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia, prof. Otavio de Mattos Silvares.

Instituto Mauá deTecnologia — IMT: O Instituto Mauá de Tecnologia - IMT é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, cujo objetivo principal é promover o ensino técnico-científico, visando a formação de recursos humanos altamente qualificados, que contribuam para o desenvolvimento socioeconômico do País.

Fundado em 11 de dezembro de 1961, o IMT foi autorizado pelo MEC, em janeiro de 2000, a criar seu Centro Universitário com sede no Campus de São Caetano do Sul, onde são oferecidos os cursos de graduação em Design do Produto, Engenharia e Tecnologia, além do programa de Pós-graduação em Engenharia de Processos Industriais. Nesse Campus também está instalado o Centro de Pesquisas, que por meio do desenvolvimento de projetos de pesquisa, trabalhos orientados por professores e estágios, complementa a formação dos alunos. No Campus de São Paulo estão a Escola de Administração Mauá e o Centro de Educação Continuada em Engenharia e Administração.