Notícia

Folha da Região (Araçatuba, SP) online

Jornalista Wilson Marini escreve sobre a crise hídrica no Estado

Publicado em 15 abril 2015

A crise hídrica despertou os paulistas para a perspectiva de que a falta d’água pode se transformar num desafio permanente e não apenas temporário. E as tendências mundiais apontam nessa direção. Cerca de 40% dos habitantes do planeta sofrem com a carência do precioso líquido e as projeções para o futuro não são animadoras, segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). 

Relatório divulgado esta semana aponta que a escassez de água afetará dois terços da população mundial até 2050 devido principalmente o uso excessivo, segundo a entidade, na produção de alimentos e agricultura. O documento, intitulado “Rumo a um futuro com segurança hídrica e alimentar”, afirma que atualmente há regiões do planeta em que se utiliza mais água subterrânea do que a armazenada de forma natural e que em algumas regiões a agricultura intensiva, o desenvolvimento industrial e o crescimento urbano são os responsáveis pela contaminação das fontes. 

Segurança alimentar e hídrica, portanto, estão estreitamente ligadas. Nas próximas décadas serão necessários 60% a mais de alimentos no mundo, enquanto a agricultura continuará a ser o maior consumidor de água. 

No Brasil


Em março de 2018, Brasília sediará o 8º Fórum Mundial da Água. Será a primeira cidade do hemisfério Sul a receber o evento, cujo tema será “Compartilhando água”. O Brasil participa esta semana da sétima versão do fórum. 

O encontro, promovido pelo Conselho Mundial da Água (WWC), está sendo realizado na cidade sul-coreana de Daegu-Gyeongbuk. Trata-se da maior estância de debates sobre recursos hídricos do mundo. A temática dos debates está sendo “Água para nosso futuro”, com discussões sobre e ciência e tecnologia aplicadas às soluções. O encontro segue até sexta-feira (17). 

Investimentos no Estado


● Após 16 meses, a Honda anunciou a conclusão das obras de construção civil de sua nova fábrica em Itirapina, no Interior Paulista, onde produzirá o Fit. 

● A Suzano será a primeira empresa global a usar uma variedade de eucalipto transgênico em escala comercial.

● A italiana Chiesi Farmacêutica investirá na transferência de uma linha de produção de spray nasal de Parma para Santana do Parnaíba. 

● A brasileira Bombril está investindo R$ 15 milhões no aumento da capacidade de armazenagem de sua planta na Via Anchieta.

Interesse rural


O emplacamento de máquinas e equipamentos agrícolas, principalmente de tratores, será tema de audiência pública na Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (16). A obrigatoriedade do emplacamento é exigência do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) conforme a Lei 9.503/1997. 

Por onerar os produtores rurais, em especial os pequenos, é motivo de discussões e recorrentes pedidos de suspensão. O argumento é de que esses veículos raramente usam rodovias. Parlamentares defendem que é necessário propiciar segurança ao setor produtivo rural e não imputar mais custos aos que respondem pela produção de alimentos.

Ciência


Mais de 3 mil cientistas e instituições no mundo utilizam em suas pesquisas a plataforma Google Earth Engine, cujo projeto nasceu no Brasil e teve participação decisiva de pesquisadores nacionais, principalmente do Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais (Inpe) e do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon). 

O assunto é um dos destaques do mês de abril da Revista Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). A plataforma permite a análise de dados ambientais em escala planetária ao disponibilizar imagens de satélite produzidas nos últimos 40 anos, atualizadas diariamente. Fornece ferramentas e um massivo poder computacional para cientistas e outros interessados detectarem mudanças e tendências na superfície terrestre, nos oceanos e na atmosfera.

Na Assembleia


● Projeto que rola desde 2008 torna obrigatória a tradução simultânea das aulas em faculdades, universidades e escolas públicas do Estado para Libras (Linguagem Brasileira de Sinais). Falta votar.

● A proibição do uso do fumo e de seus derivados em estádios de futebol, arenas multiuso e demais áreas públicas utilizadas para a realização de eventos e atividades esportivas será um dos temas a serem analisados a partir desse mês pela Assembleia Legislativa. 

Conselhos do Detran


Antes de comprar um veículo usado, é necessário que o cidadão verifique as condições e a documentação para ter a garantia de que fará um bom negócio. O Detran-SP disponibiliza no portal www.detran.sp.gov.br e no aplicativo "Consultas Detran.SP" o serviço gratuito de pesquisas de débitos e restrições de veículos. O sistema informa se existem multas e impostos pendentes (incluindo os valores) e restrições administrativas, como bloqueios por falta de transferência, por queixa de furto/roubo ou envolvimento em processos judiciais (quando os veículos estão em inventário ou são dados como garantia de pagamento, por exemplo), por sinistro ou por financiamentos não quitados (gravame). É recomendável também checar a autenticidade do chassi e motor do veículo, submetendo-o a uma vistoria. 

Breves


● O ambiente corporativo ainda é predominante masculino. A proporção entre homens e mulheres no mercado de trabalho pode levar até 80 anos para se igualar, segundo o Relatório Global de Equidade de Gênero do Fórum Econômico Mundial. 

● O Brasil é o país líder em cesáreas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) diz que o aumento da prática em partos se transformou em uma epidemia.

● 17,9 milhões de estudantes, de 5.538 municípios, participarão este ano das Olimpíadas de Matemática.