Notícia

Jornal Floripa

Jornalista catarinense lança

Publicado em 03 dezembro 2015

GUERRA.DOC: entrevistas sobre cobertura de guerra

DVD traz entrevistas de correspondentes de guerra do Brasil e exterior

Tem origem controversa a frase “em tempo de guerra, a primeira vítima é a verdade” - mas desde o advento dos meios de comunicação a afirmação tornou-se cada vez mais recorrente. Vanessa Pedro, jornalista catarinense e graduada na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), investigou o tema e produziu o DVD ‘GUERRA.DOC: entrevistas sobre cobertura de guerra’, resultado de sua pesquisa de Pós-doutorado, concluída na Universidade de São Paulo e na Columbia University (Nova Iorque – EUA), de 2011 a 2015, com recursos da Fapesp. Foram 15 entrevistas com correspondentes de guerra, entre os quais os brasileiros José Hamilton Ribeiro, Lourival Sant’Anna e Kennedy Alencar, o norte-americano Mike Kamber e português Carlos Fino, que integram o primeiro volume do trabalhob.

“As guerras contemporâneas começam e terminam nos meios de comunicação e a consequência material dos conflitos depende também da guerra de interpretação”, considera Vanessa Pedro. A proposta, segundo a autora, também abrange “a forma como os meios de comunicação produzem interpretações sobre os conflitos armados”, além de relatos pessoais dos jornalistas em zonas de conflito.

Cada entrevista inclui material fornecido pelos correspondentes sobre suas coberturas de guerra: “são fotos, vídeos e textos que nos aproximam das narrativas que eles apresentam”, observa a jornalista e pesquisadora catarinense. “Empenhei-me em promover a reflexão sobre a capacidade do jornalismo em narrar guerras, a presença dos repórteres nos conflitos e o quanto a experiência da guerra pode mudar o narrador e a narrativa que ele produz”, descreve.

As conversas têm cerca de 30 minutos e os entrevistados do primeiro volume viveram conflitos armados no Vietnã, Guerra do Iraque, em países africanos e nos Balcãs. “Guerra.doc é, antes de tudo, um diálogo sobre conflitos armados, narrativa, pessoas comuns, poder e jornalismo”, sentencia Vanessa Pedro.

Clique aqui para obter a imagem do convite.