Notícia

Traço de Ciência

Jornalismo Imersivo Em Vídeos 360 Graus Como Método De Divulgação Dos Processos Científicos

Publicado em 19 junho 2019

Por Equipe de Difusão do NeuroMat

Meu nome é Thais May Carvalho e sou formada em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Em junho, entrei para a equipe de difusão científica do CEPID NeuroMat com a bolsa do Programa José Reis de Incentivo ao Jornalismo Científico, da FAPESP.

Sob a supervisão do Dr. Fernando da Paixão e do João Alexandre Peschanski, que foi meu professor de Ciência Política no terceiro ano da faculdade, as minhas funções no NeuroMat são divididas em duas áreas: a prática e a teórica.

Para ajudar a divulgar o trabalho que está sendo feito aqui dentro, todos os meses será produzido um pequeno vídeo sobre as pesquisas realizadas no NeuroMat. Além disso, no final de novembro será divulgado um minidocumentário em 360 graus para mostrar como é o dia-a-dia dos pesquisadores da equipe que desenvolve o Cérebro Estatístico.

Já a parte teórica do meu trabalho será fazer um artigo para investigar como os vídeos em 360 graus funcionam como forma de divulgação científica. Essa nova ferramenta da comunicação ajuda a contar histórias sem a quarta fronteira, ou seja, diminuindo a distância entre o que é vivido pelos personagens e o espectador, criando assim uma maior imersão na narrativa. Como essa é uma área ainda muito nova no jornalismo (as primeiras produções em realidade virtual começaram no começo dessa década), ainda não há muita produção bibliográfica que aborde o uso do 360 jornalisticamente, em especial no jornalismo de divulgação científica.

Dessa forma, nós buscaremos explorar essa nova fronteira da comunicação, tentando aproximar o público, por meio dos vídeos em 360 graus, do trabalho que os cientistas fazem diariamente no NeuroMat.