Notícia

Jornal da Unesp online

Jornal Unesp destaca lançamento de 50 livros digitais gratuitos

Publicado em 02 maio 2011

Periódico ouviu o mercado editorial sobre o significado da proposta inovadora

As novidades geradas pela informática estão mudando o perfil do mercado editorial mundial. Sintonizada com essa tendência, a Editora Unesp lançou, no dia 27 de abril, 50 novos e-books de acesso gratuito. A iniciativa representa a segunda fase da Coleção Propg Digital, uma parceria entre a editora e a Pró-Reitoria de Pós-Graduação que oferece para o público em geral livros em formato digital editados a partir de trabalhos produzidos por pesquisadores da Universidade.

Na primeira etapa da coleção, em março de 2010, foram lançados os primeiros 44 títulos, que já registraram mais de 51 mil downloads, em todas as regiões do país. O lançamento é o assunto da reportagem de capa do Jornal Unesp de maio. O texto apresenta as opiniões de lideranças da área editorial brasileira sobre o significado dessa proposta inovadora. E traz, ainda, as análises de intelectuais de renome mundial, como Roger Chartier e Peter Burke, sobre as transformações que as obras digitais vão provocar na própria forma de se ler um livro.

O Jornal Unesp traz também:

*No final de março, um encontro internacional no Memorial da América Latina, em São Paulo, com especialistas latino-americanos, franceses, canadenses e brasileiros, ressaltou a importância de indexar publicações científicas em francês, espanhol e português. Na opinião desses intelectuais, que defendem a pluralidade linguística contra a hegemonia do inglês como idioma das ciências, essa forma de indexação é fundamental para estabelecer parcerias estratégicas entre organizações das Américas, Europa, Ásia e África. A reunião, tema de reportagem da edição, foi organizada pela Assessoria de Relações Externas da Unesp e pela Agência Universitária da Francofonia, e marcou a inauguração da filial para a América Latina do escritório das Américas da instituição.

* O I Workshop de Genômica Aplicada à Agropecuária foi realizado em Araçatuba, em 14 de março. Com a participação de cerca de trezentas pessoas, o evento trouxe para a Faculdade de Medicina Veterinária especialistas de diversos países. Eles abordaram novas tecnologias e métodos relacionados a esse novo campo do conhecimento que podem multiplicar benefícios para os produtores rurais do Brasil. O workshop também representou o ponto de partida para a formação de uma rede de pesquisa genômica no país, grupo que tem como desafio inicial a implantação de um processo de seleção genômica de bovinos da raça nelore, principal espécie do rebanho de corte nacional.

*Pouco conhecida no Brasil, a fenologia analisa os fenômenos cíclicos que costumam se repetir nos seres vivos, e sua associação com as condições ambientais. Especialista em fenologia vegetal, Leonor Patrícia Cerdeira Morellato, professora do Instituto de Biociências, Câmpus de Rio Claro, projetou um modelo de observação dos processos de transformação nos ciclos das plantas que utiliza novas tecnologias. O projeto, que está recebendo apoio da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e da Microsoft, prevê a instalação de seis torres de monitoramento remoto. Cada uma delas será equipada com estação meteorológica completa e câmera fotográfica digital.

*São Luiz do Paraitinga dá claros sinais de que está superando os efeitos da enchente que destruiu boa parte da cidade em janeiro de 2010. Os turistas voltaram a se fazer presentes em eventos como a Festa do Divino, e várias construções históricas estão sendo reerguidas. Professores da Unesp que ajudaram a comunidade local e a prefeitura a elaborar o Plano Diretor Participativo do município e, em seguida, se envolveram nas equipes que auxiliaram a população a reconstruir São Luiz analisam suas experiências. E a prefeita Ana Lucia Bilar, em entrevista, enfatiza como o apoio da Universidade foi fundamental no processo de recuperação dessa cidade.

Clique aqui para ler a edição completa

Assessoria de Comunicação e Imprensa