Notícia

Jornal do Commercio (RJ)

Jogos ajudam a orientar sobre construção civil

Publicado em 01 junho 2005

Software

Uma maneira didática, e ao mesmo tempo divertida, para ensinar técnicas de construção civil foi desenvolvida na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Os pesquisadores da Escola de Arquitetura estão criando games didáticos com a intenção de promover a qualificação de mutirantes no processo de construção de moradias populares.
A partir do projeto "Mutirão São Gabriel: tecnologias avançadas de informática para novas formas de autogestão", financiado pelo Programa Habitare, já foram criados os três primeiros jogos: o do Canteiro, o da Marcação e o da Fundação.
Por meio de computação gráfica, os jogos ensinam conceitos técnicos para que os participantes possam tomar decisões corretas durante obras reais executadas em sistemas cooperativos de construção. Segundo a coordenadora do projeto, Maria Lucia Malard, a série terá um total de 12 jogos.
"A intenção é oferecer as instruções fundamentais sobre a construção de casas populares de forma extremamente lúdica. A série completa envolverá detalhes técnicos que vão desde o orçamento inicial da obra até a entrega das chaves, passando por aspectos como a necessidade de manter o terreno limpo e os cuidados com as instalações elétricas e hidráulicas", diz Maria.
O primeiro exemplar da série, o Jogo do Canteiro, foi elaborado a partir de uma história que tem personagens como João Expedito, um rapaz que deseja construir sua moradia e para isso filia-se a uma associação de pessoas sem casa, e Zé Palpite, um desocupado que fica circulando no canteiro atrapalhando o andamento da obra.