Notícia

Vale Paraibano

ITA inaugura Túnel de Vento para acelerar testes dos jatos da Embraer

Publicado em 07 maio 2003

Por Iara Gomes - São José dos Campos
O ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), em São José dos Campos, construiu um.novo Túnel de Vento que deverá ajudar a Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica) a acelerar o ciclo de desenvolvimento dos novos jatos. Os túneis de vento simulam a resistência do ar nas estruturas das aeronaves. O projeto do ITA consumiu recursos de R$ 250 mil e faz parte de um programa maior que inclui a modernização do Túnel de Vento do IAE (Instituto de Aeronáutica e Espaço), ligado ao CTA (Centro Técnico Aeroespacial), em São José. O projeto completo conta com recursos de US$ 3,5 milhões, financiados em partes iguais pela Embraer e Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Esse é um dos principais projetos de inovação tecnológica apoiados pela Fapesp. Com o novo Túnel de Vento, que será inaugurado amanhã, a Embraer e o CTA poderão realizar ensaios aerodinâmicos em menor tempo e a custos mais baixos, segundo o ITA. Alunos de graduação e de pós-graduação participarão dos testes visando montagens experimentais, pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e metodologias. Como contrapartida aos investimentos recebidos em equipamentos e infra-estrutura, o ITA vai direcionar os testes para atender projetos da Embraer e do CTA. Equipes do IAE ajudaram na montagem do túnel. A cada etapa do desenvolvimento de partes de uma nova aeronave são necessários em média 4.000 horas de testes em um Túnel de Vento. As novas tecnologias empregadas nos túneis mais modernos reduzem em até 30% esse tempo. Com a nova família de aviões Embraer 170/190 —com capacidade para 70, 90, 98 e 108 passageiros— a empresa conseguiu reduzir de cinco para três anos o ciclo de desenvolvimento, em parte graças às novas tecnologias dos túneis de vento de nova geração. OUTRAS APLICAÇÕES - Além de ensaios aeronáuticos — aeronaves, foguetes e subsistemas—, o túnel poderá ser usado para testes de veículos rodoviários (automóveis, caminhões e ônibus); edificações (prédios, pontes, torres) e na indústria naval (navios, submarinos e plataformas marítimas). A parceria que resultou na instalação do novo Túnel de Vento no ITA envolve ainda a USP (Universidade de São Paulo) de São Carlos. As duas universidades ajudarão a Embraer e o CTA sobretudo no desenvolvimento de novas tecnologias para o aprimoramento dos testes realizados com as asas de aviões. TÚNEL DE VENTO O que é: um simulador dos efeitos da resistência do ar sobre aeronaves Aplicações: desenvolvimento de peças e componentes aeronáuticos, testes de resistência de estruturas de aeronaves, prédios, pontes, plataformas marítimas, navios e submarinos Dimensões Comprimento: 40 metros Largura: 4 metros Altura: 4,6 metros Velocidade máxima: 280 km/h Fonte: ITA e CTA