Notícia

Planeta Sustentável

IPT propõe instalação de gerenciamento de entulho

Publicado em 18 agosto 2010

Agência Fapesp* 

O Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) elaborou um plano de diagnóstico e gerenciamento de resíduos de construção e demolição para o município de Novo Horizonte, no interior de São Paulo.

O trabalho foi realizado por duas unidades do instituto, o Centro de Tecnologias de Obras de Infraestrutura e o Centro de Tecnologias Ambientais e Energéticas, e apontou como solução mais viável uma unidade de processamento de baixo custo desenvolvida por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP).

Com capacidade de processar dez caçambas de resíduos por dia, montante compatível com cidades de até 50 mil habitantes, o equipamento custa R$ 170 mil e dispensa a unidade de britagem. O material reciclado pode ser aplicado em obras de geotecnia e em matéria-prima para pavimentação.

"Esse equipamento custa metade do que uma usina convencional. Dessa forma, pequenas cidades poderão reciclar, o que será um ganho ambiental para o estado", disse Valdecir Quarcioni, pesquisador responsável pelo Laboratório de Materiais de Construção Civil, ligado ao Centro de Tecnologias de Obras de Infraestrutura.

O IPT está investindo em uma unidade protótipo dessa tecnologia com o intuito de difundi-la e promover treinamentos para a sua operação. Os pesquisadores do instituto acreditam que, além de contribuir com a preservação ambiental ao evitar os aterros, esse tipo de reciclagem poderá fornecer material de pavimentação para estradas rurais de São Paulo.

Mais informações: www.ipt.br