Notícia

Valor Econômico

Investimento público em pesquisa agrícola perde fôlego e espaço

Publicado em 06 novembro 2006

Entre 2002 e 2005, o Instituto Agronômico de Campinas (IAC) recebeu do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) financiamento de R$ 2,5 milhões para seqüenciar o genoma da laranja e, a partir daí, desenvolver variedades resistentes a doenças como o amarelinho e a morte súbita dos citros.A primeira parte do processo foi concluída com sucesso. Com os recursos recebidos, o IAC desenvolveu o maior banco de genoma de citros do mundo, que se tornou uma referência procurada hoje por grupos de pesquisadores de [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.