Notícia

Portal Exame

Investimento em pesquisa: O que a Austrália tem a nos ensinar

Publicado em 02 novembro 2017

Por Leo Branco, de Melbourne (Austrália) e Campinas
A Austrália elevou os gastos em pesquisa e tem os planos do setor definidos até 2030. Já no Brasil o investimento em inovação está em queda. Encravado num subúrbio pacato, de ruas largas e arborizadas a meia hora de carro do centro de Melbourne, segunda maior metrópole australiana, o acelerador de partículas Synchrotron é, talvez, o melhor exemplo de como a Austrália, um país rico em recursos naturais e exportador de matérias-primas como o Brasil, está dando passos importantes rumo à economia do conhecimento — uma corrida em [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.