Notícia

Folha.com

Inteligência artificial ajuda a escolher doente candidato a cuidado paliativo

Publicado em 22 novembro 2019

Por Cláudia Collucci
SÃO PAULO - Algoritmos de inteligência artificial já são capazes de predizer a qualidade de vida futura de pacientes oncológicos graves, o que pode ajudar doentes, médicos e familiares a decidir por cuidados paliativos em vez de por terapias mais agressivas. A conclusão é de um estudo inédito da Faculdade de Saúde Pública da USP realizado em dois hospitais oncológicos paulistas, com 777 pacientes com câncer avançado internados na UTI (Unidade de [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Folha de S. Paulo