Notícia

UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas

Integridade na pesquisa científica é tema de encontro na Fapesp

Publicado em 13 agosto 2014

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) sedia em 14 e 15 de agosto o III Brazilian Meeting on Research Integrity, Science and Publication Ethics (BRISPE), encontro sobre práticas institucionais para a preservação e promoção da integridade científica e da conduta responsável em pesquisa. A reunião propõe a discussão de estratégias para o planejamento e implantação de políticas institucionais de integridade da pesquisa científica.

De acordo com o professor Luiz Henrique Lopes dos Santos, membro da coordenação adjunta da Diretoria Científica da Fapesp, “a expressão ‘integridade da pesquisa’ tem sido utilizada para demarcar um campo da ética profissional que compreende um conjunto de deveres que se impõem ao cientista, relativos ao avanço da ciência e perante a comunidade científica, onde seu trabalho se efetiva como trabalho coletivo”.

“As ações de um pesquisador que, intencionalmente ou por negligência, contrariam esses pressupostos constituem condutas eticamente inadequadas do ponto de vista da integridade da pesquisa”, diz Santos. “Entre essas ações estão condutas graves como a fabricação, ou invenção pura e simples, e a falsificação, ou manipulação intencional de dados, informações, procedimentos e resultados”.

Esta preocupação está na agenda da comunidade de pesquisa internacional, junto com o consenso de que a responsabilidade principal pela preservação da integridade e promoção da cultura da integridade seja das instituições de pesquisa. Ainda de acordo com essa visão, responsabilidades secundárias recaem sobre outras organizações do sistema de pesquisa, como agências de fomento, sociedades e periódicos científicos.

Ao sediar o evento, a Fapesp dá continuidade à sua política sistemática de promoção da integridade da pesquisa científica, marcada em 2011 pela publicação do Código de Boas Práticas Científicas da Fapesp, que estabelece diretrizes éticas para as atividades científicas dos pesquisadores que recebem Bolsas e Auxílios da Fapesp, aplicáveis também às instituições-sede das pesquisas e aos periódicos científicos publicados com apoio da Fundação.

Dirigido a pró-reitores de pesquisa de universidades brasileiras, pesquisadores, lideranças de agências de fomento, editores de periódicos científicos e membros de sociedades científicas, o III BRISPE terá participações de cientistas que atuam no Brasil, Estados Unidos, China, Noruega e Alemanha.

Entre os palestrantes estão cientistas e gestores das Universidades de Michigan e de Miami, da American Association for the Advancement of Science (AAAS), nos Estados Unidos, da Universidade de Pequim, na China, e do Committee on Publication Ethics (COPE), fórum internacional de editores de revistas científicas para discussão da ética em publicações e sobre como lidar com casos de má conduta em pesquisa e em publicações. A palestra de abertura será feita pelo diretor científico da Fapesp, Carlos Henrique de Brito Cruz.

Três representantes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) participam do III BRISPE. A pró-reitora de pesquisa da Universidade apresentará o processo de implantação de uma política de integridade na instituição.

Divulgação Fapesp