Notícia

O Liberal (PA) online

Instituto Tecnológico Vale é apresentado hoje no campus do Guamá

Publicado em 19 agosto 2010

A governadora Ana Júlia participa hoje da cerimônia de lançamento do Instituto Técnológico Vale (ITV), que acontece no Parque de Ciência e Tecnologia Guamá, no campus da Universidade Federal do Pará (UFPA). A primeira unidade do instituto será construída em Belém, com infraestrutura e laboratórios para receber 50 pesquisadores e equipe administrativa.

Estruturado durante o ano passado e lançado oficialmente em dezembro, o ITV coordena as ações de ciência e tecnologia da Vale e oferece incentivo à produção de pesquisas científicas e ao desenvolvimento econômico de base tecnológica no País.

Uma parceria está unindo a Vale, por meio do ITV, e três das principais agências de estímulo à pesquisa do Brasil: as Fundações de Amparo à Pesquisa dos Estados do Pará (Fapespa), Minas Gerais (Fapemig) e São Paulo (Fapesp). A Vale deve investir R$ 72 milhões no convênio, R$ 8 milhões serão aplicados pela Fapespa. A Fapemig e a Fapesp devem investir R$ 20 milhões, cada uma, totalizando R$ 120 milhões. O convênio da Vale com a Fapespa foi assinado em dezembro de 2009, na Universidade Federal do Pará (UFPA).O acordo prevê o financiamento de todas as modalidades de bolsas pagas pelos órgãos envolvidos: iniciação científica, mestrado, doutorado e pós-doutorado. Durante a primeira ação do ITV, no ano passado, R$ 4 milhões foram destinados para 84 bolsas de mestrado e doutorado no Pará. Projetos que proponham o desenvolvimento de pesquisas em redes interestaduais terão mais chances de aprovação. O diretor do ITV, Luiz Mello, afirmou que incentivar trocas de experiências é fundamental. "Um dos nossos objetivos é promover intercâmbio de conhecimento, recursos e infraestrutura entre as instituições", contou.

Os projetos escolhidos têm temas variados e não precisavam estar relacionados à mineração. Foram selecionados trabalhos de áreas, como Ciência da Computação, Biologia, Genética, Neurociência, Engenharia, Botânica e Física. A proposta da iniciativa foi promover a interação entre empresas, universidades e instituições do governo.