Notícia

Portal Fator Brasil

Instituto de Pesca inaugura laboratório de análise de qualidade da água durante três eventos paralelos

Publicado em 11 agosto 2009

As comemorações dos 40 anos do Instituto de Pesca da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado (IP/Apta/SAA), completados em abril, continuam. O instituto promoverá, a partir de 11 de agosto, na capital paulista, três eventos científicos com o mesmo enfoque: "Recursos pesqueiros e aquícolas: interfaces ambiental, social e econômica". Por ocasião da abertura da 9ª Reunião Científica, nesta terça, às 16h30, o secretário João Sampaio inaugura o Laboratório de Análise de Qualidade de Água.

Trata-se de um dos únicos laboratórios no Brasil que concentra, numa única unidade, análises físicas, químicas e biológicas da água, dentro da abordagem de dar suporte à sustentabilidade ambiental das inúmeras atividades relacionadas ao meio aquático, informa o pesquisador Julio Vicente Lombardi, assessor da diretoria do IP.

Assim, a Secretaria será o primeiro órgão público qualificado a atender os diferentes setores do agronegócio, particularmente as atividades voltadas à pesca e à aquicultura, grandes dependentes da qualidade dos recursos hídricos. Mas outros também serão beneficiados: "O setor industrial, por exemplo, necessita de análises frequentes para avaliar a qualidade de seus efluentes líquidos", diz Lombardi.

O laboratório permitirá analisar a qualidade da água antes da captação, durante a atividade (para melhorar a produção) e depois de seu uso. "Antigamente, o aquicultor se preocupava mais com a qualidade da água que chegava ao empreendimento, para dar possibilidade de se criar o organismo aquático. Todavia, não existia qualquer preocupação com a qualidade da água que saía dos viveiros de criação e que era depositada no meio ambiente", explica. "Hoje, essa preocupação já existe e possuímos uma ideia sobre as implicações do lançamento de efluentes de cada tipo de atividade."

O laboratório ainda deverá dar suporte às análises envolvidas nos processos de regulação do uso e ao monitoramento da água, dentro da Política Nacional de Recursos Hídricos. Assim, garantirá um sistema de informações sólido e eficiente com respeito à gestão desse recurso no âmbito nacional, afirma Lombardi. "Ele vai servir tanto para o produtor controlar o seu nível de poluição, de lançamento de efluentes, quanto para os órgãos ambientais ditarem regras sobre esse tipo de monitoramento. O laboratório tem condições de fazer análises físicas, químicas e de parâmetros biológicos, em comum acordo com a resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) 357/2005, que dita limites para esse tipo de controle."

Os eventos

Palestras e mesas-redondas fazem parte da programação da 9ª Reunião Científica e do 1º Encontro de Pós-Graduandos, até o dia 13. Resumos de trabalhos científicos estarão expostos em painéis. Já o 4º Seminário de Iniciação Científica, que ocorre até o dia 14, complementa as atividades do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, mantido em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O principal intuito é iniciar a vivência e interação dos jovens envolvidos no processo de formação científica, sejam do IP ou de outras instituições, em reuniões de especialistas, espaços apropriados para a exposição e discussão de informações e ideias em desenvolvimento. A ajuda de custo recebida pelos bolsistas propicia a muitos a possibilidade de dedicação integral às atividades de estudo e pesquisa.

A iniciativa conta com o apoio do Instituto Biológico (IB/Apta/SAA), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa do Agronegócio (Fundepag), Faculdade Cantareira, Guabi Nutrição Animal e Escama Forte Piscicultura.

Um dos objetivos do Instituto de Pesca é demonstrar que trabalha para proporcionar tecnologia sustentável à produção de pescado, destacando seu valor econômico, respeito ao meio ambiente e atendimento às questões sociais.

Os eventos serão realizados no Parque da Água Branca ("Dr. Fernando Costa"), auditório "Paulinho Nogueira" - avenida Francisco Matarazzo, 455, São Paulo (Capital), próximo ao metrô Barra Funda. | Programação: www.pesca.sp.gov.br; e do Seminário de Iniciação Científica - www.pesca.sp.gov.br).