Notícia

Unesp

Instituto Confúcio na Unesp é sede de congresso ibero-americano

Publicado em 19 julho 2012

Começou ontem (18), em São Paulo, SP, e vai até hoje (19) o IV Congresso Ibero-Americano dos Institutos Confúcio 2012. O Brasil, pela primeira vez, é a sede do evento, que reúne representantes de Institutos Confúcio de 14 países: Argentina, Bahamas, Brasil, Chile, Peru, Equador, Costa Rica, Colômbia, México, Cuba, Venezuela, Bolívia, Jamaica e Espanha. O evento é organizado pelo Instituto Confúcio na Unesp.

A cerimônia de abertura, a partir das 19h, teve a participação da conselheira de Estado da China e diretora do Gabinete do Ensino de Língua Chinesa como Língua Estrangeira do Ministério da Educação da China – Hanban, Xu Lin; o ministro do Esporte, Aldo Rebelo; o secretário estadual da Educação de São Paulo, Herman Jacobus Cornelis Voorwald; o presidente da Fapesp, Celso Lafer; o pró-reitor de pós-graduação interino da Unesp, Eduardo Kokobun, representando a Reitoria da Universidade; Luís Antonio Paulino, diretor do Instituto Confúcio na Unesp, e o diretor presidente da Fundação Editora da Unesp, José Castilho Marques Neto; entre outras autoridades.

Antes da cerimônia oficial, houve performance de boas-vindas, com apresentações de leitura, dança, coro, cerimônia do chá , pintura chinesa e mostra de roupa tradicional da China organizada por alunos e professores do Instituto Confúcio na Unesp.

Houve ainda o lançamento oficial do livro Os Analectos, que procura resgatar o pensamento original de Confúcio, intelectual que viveu entre 551 e 479 a. C. e ainda hoje influencia a sociedade chinesa.

A obra foi traduzida, de forma pioneira, diretamente do chinês arcaico para o português, e inclui os comentários clássicos acerca dos aforismos.

A tradução é de Giorgio Sinedino, adido cultural da Embaixada Brasileira em Pequim. Ele concluiu Os Analectos após quase sete anos de estudos diários e vivência da cultura chinesa.

 “A escolha do Brasil para sediar o Congresso mostra como a China valoriza suas relações com País em todos os campos e setores de atividade”, disse Luís Antonio Paulino, diretor do Instituto Confúcio na Unesp.

“Os objetivos do Congresso são assegurar e renovar a qualidade do comprometimento cultural que os Institutos Confúcio têm pela disseminação da cultura chinesa nos países que possuem sedes do Instituto”, disse Xu Lin. “O encontro também avaliará o progresso feito até o momento e as lacunas que ainda existem na implantação dos resultados dos principais congressos sobre desenvolvimento educacional, além de abordar os novos desafios.”

O Congresso inclui a realização de diversas palestras, lideradas pelos representantes do Hanban, com o propósito de debater seus objetivos e temas. O Hanban é uma organização governamental vinculada ao Ministério da Educação da China.

Os temas discutidos estão a qualidade do ensino e a avaliação dos Institutos Confúcio, as novas política para bolsas de estudo do Instituto Confúcio e sua implantação e a inovação no ensino e nas atividades culturais dos Institutos Confúcio.

Programação completa no link http://www.institutoconfucio.com.br/novo/noticia_detalhes.aspx?id=104

Os resultados do Congresso serão consolidados em um documento sobre a atuação dos Institutos Confúcio e o reflexo de seus trabalhos nos países participantes.

Instituto Confúcio na Unesp - O Instituto Confúcio na Unesp é resultado de um convênio entre a Unesp e o governo da República Popular da China em parceria com a Universidade de Hubei celebrado em novembro de 2008. Faz parte de uma rede internacional de 322 Institutos Confúcio presentes em 95 países, que têm por missão o ensino e a promoção da língua e cultura chinesa. É o órgão no Brasil autorizado pelo governo da China a aplicar testes de proficiência de língua chinesa tanto para adultos (HSK) como para crianças e adolescentes (YCT).

O Instituto Confúcio na Unesp cumpre importante papel na difusão do ensino da língua e da cultura chinesas no estado de São Paulo. Iniciou as atividades de ensino no primeiro semestre de 2009 e hoje está presente em 14 das mais importantes cidades do estado de São Paulo e atende mais de 1.300 alunos.

Desse total, 575 são estudantes da própria Unesp, 437 são pessoas da comunidade e 301 são alunos do ensino básico e fundamental das escolas públicas do estado de São Paulo. Esses números refletem o interesse cada vez maior em todos os segmentos da sociedade brasileira pela língua e a cultura chinesas, reflexo da crescente importância da China no mundo e do aprofundamento dos laços de cooperação nos mais diversos campos e ntre o Brasil e a China.

Parceria Brasil-China - Desde 2009 a China é o principal parceiro comercial do Brasil. Cada vez mais empresas chinesas dos mais diversos ramos têm se instalado no Brasil e, no sentido oposto, muitas empresas brasileiras procuram realizar negócios e investimentos na China.

Em 2011, o comércio bilateral alcançou US$ 77,1 bilhões, com as exportações brasileiras somando US$ 44,3 bilhões e as importações US$ 32,8 bilhões. O superávit comercial com a China (US$ 11,5 bilhões) equivale a 38% do superávit global do País.

A cooperação entre os dois países, entretanto, vai muito além da esfera econômica e comercial. A troca de opiniões e o estabelecimento de iniciativas de cooperação têm sido cada vez mais intensos no âmbito da Comissão Sino-Brasileira de Alto Nível de Concertação e Cooperação (Cosban).

Esse é um mecanismo permanente do mais alto nível entre os governos do Brasil e da China composto por onze subcomissões, responsáveis pelos seguintes campos: político; econômico-comercial; econômico-financeiro; de inspeção e quarentena; de agricultura; de energia e mineração; de ciência, tecnologia e inovação; espacial; de indústria e tecnologia da informação; cultural; e educacional.

O crescente aprofundamento no relacionamento entre o Brasil e a China nos mais diversos campos de atividade se reflete, assim, em maior interesse no Brasil pela língua e a cultura chinesas e é um dos fatores por trás do sucesso do trabalho do Instituto Confúcio na Unesp.

Serviço
IV Congresso Ibero-Americano dos Institutos Confúcio 2012
Palestras: 19 de julho (quinta-feira), das 8 h às 18h30
Local: Hotel Pullman São Paulo Ibirapuera
Endereço: Esquina da Avenida 23 de Maio e viaduto Tutóia, Ibirapuera, São Paulo

As palestras do Congresso não serão abertas ao público, mas direcionadas apenas para convidados.

Assessoria de Comunicação e Imprensa