Notícia

Insper

Insper lança Centro de Pesquisa dedicado às políticas para a Primeira Infância

Publicado em 08 fevereiro 2021

Centro Brasileiro de Pesquisa Aplicada à Primeira Infância (CPAPI) foi lançado em evento que reuniu pesquisadores, instituições e interessados na melhora das políticas públicas educacionais brasileiras

O Centro Brasileiro de Pesquisa Aplicada à Primeira Infância (CPAPI) foi lançado no dia 3 de janeiro de 2021, em um webinar transmitido online. O Centro de Pesquisa nasceu como uma iniciativa do Núcleo Ciência Pela Infância (NCPI), que agrega sete instituições em busca de embasar políticas públicas e práticas profissionais voltadas à melhoria da vida na primeira infância, da gestação até os seis anos de idade.

As atividades do CPAPI serão divididas em três frentes de ação: Pesquisa, Transferência de Tecnologia e Difusão do Conhecimento. Na frente de pesquisa, os objetivos do Centro serão de mensurar o desenvolvimento infantil de várias formas e desenhar intervenções para melhorar a eficiência dos programas. Para o objetivo de transferência de tecnologia, a intenção é desenvolver uma plataforma de código aberto para armazenar e integrar as informações coletadas, disponível para pesquisadores e educadores. Além disso, para contribuir com a difusão do conhecimento, serão promovidos cursos para profissionais dos setores atuantes na primeira infância.

O novo Centro de Pesquisa terá como Naercio Menezes Filho, professor do Insper, como Diretor. Para Naercio, que também coordena o NCPI e a Cátedra Ruth Cardoso, um dos maiores problemas da sociedade brasileira é a desigualdade de oportunidades. “Nós temos o objetivo de atuar para que todas as crianças nascidas no Brasil tenham as mesmas oportunidades para alcançarem seus sonhos. Atualmente, não é isso o que acontece, e esse cenário traz tremendas consequências para a nossa sociedade. Por isso, a meta principal do Centro é a de promover melhores condições para as crianças, especialmente por meio de uma primeira infância saudável.”

Lançamento do novo Centro de Pesquisa

Na abertura do evento, Marcos Lisboa, presidente do Insper, deu as boas vindas a todos os convidados e falou sobre a importância do CPAPI e de sua ligação com a missão institucional do Insper. “A política pública é parte central do Insper. Nós sabemos da importância da educação para a formação de nossas crianças e o papel fundamental das políticas voltadas para essa área”.

Em seguida, falou Luiz Eugênio Mello, Diretor Científico da FAPESP, agência de fomento criada com o intuito de ser uma das maiores incentivadoras da pesquisa e produção de conhecimento no Brasil. Para ele, a parceria da FAPESP no financiamento do novo Centro de Pesquisa é fundamental para o benefício de toda a sociedade. “Propor soluções para problemas complexos de uma forma interdisciplinar não é uma tarefa fácil. Por isso, para nós é muito relevante estarmos desenvolvendo este centro e nos unindo a organizações que sejam beneficiadas pela pesquisa científica e liderem experiências transformadoras”.

Jack Shonkoff, Diretor do Center on the Developing Child da Universidade de Harvard, aproveitou a fala de Luiz Eugênio Mello para ressaltar a importância para a Universidade de Harvard em fazer parte da iniciativa do CPAPI. “Cruzar disciplinas é uma experiência incrivelmente enriquecedora para nós, mas a ciência e o conhecimento por si só não se traduzem facilmente na transformação de vidas de crianças jovens. O que nos deixa mais animados com o lançamento deste centro e em continuar essa parceria com o Insper é a possibilidade de usar o conhecimento científico para ações na realidade, tornando o mundo em um lugar melhor”.

Junto à FAPESP, a Fundação Maria Cecília Souto Vidigal é responsável pelo financiamento do CPAPI. Mariana Luz, CEO da Fundação, abordou a importância de formalizar o compromisso de desenvolver e aplicar políticas para a primeira infância pelos próximos 10 anos. “Eu acredito que o CPAPI terá um papel fundamental em auxiliar todos nós a descobrir quais são os melhores passos para ajudar as 20 milhões de crianças que vivem nesse estágio de desenvolvimento no Brasil, criando um compromisso na promoção de um impacto duradouro no campo das políticas públicas”.

Claudio Haddad, Presidente do Conselho Deliberativo do Insper, lembrou os passos iniciais da formulação do CPAPI e ressaltou a importância de seguir a ciência para formular as melhores soluções em Políticas e Gestão Pública. “No Insper, acreditamos que esse é um assunto de extrema importância e ele se insere perfeitamente em nossa missão de educar e gerar conhecimento para contribuir para o desenvolvimento econômico e social do Brasil”.

Para Sylvio Canuto, Pró-reitor de pesquisa da USP, é muito positivo ter um grande time de renomados pesquisadores se dedicando de forma conjunta a estudar e propor políticas públicas nesta área. “Não consigo pensar em um projeto de tamanha importância quanto um espaço dedicado a pesquisar e propor ações focadas na primeira infância e nas crianças em desenvolvimento, que é um tópico particularmente importante neste país.”

Finalizando as falas de abertura do evento de lançamento, a responsável pela Área Técnica da Saúde da Criança na Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, Roberta Ricardes, comentou o papel do Estado na aplicação de políticas públicas voltadas à primeira infância. “O tema do desenvolvimento infantil existe dentro do Estado desde 2013, quando incorporamos o assunto dentro do Programa Estadual de Saúde como fruto de uma parceria com a Fundação Maria Cecília Souto Vidigal. Para nós, o CPAPI é importante também por promover uma maior compreensão para a sociedade sobre a importância dessas ações de desenvolvimento voltadas à primeira infância”.

Debate sobre desafios e perspectivas do desenvolvimento infantil

Em seguida, Naercio introduziu o painel temático “Desafios brasileiros e perspectivas globais para o Desenvolvimento Infantil”. Para a discussão, foram convidados Marcia Castro, Aisha Yousafzai e Dana Charles McCoy, professoras da Universidade de Harvard, e Flávio Cunha, professor da Rice University.

Na conversa, mediada por Marcia Castro, os convidados discutiram os processos envolvidos no desenvolvimento de uma criança ao longo da primeira infância, envolvendo as áreas motora, afetiva, cognitiva, social e de linguagem.

Assista à gravação completa do evento de lançamento: