Notícia

MCTIC - Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

Inscrições para etapa nacional do FameLab vão até o dia 28 de fevereiro

Publicado em 17 janeiro 2018

Estão abertas as inscrições para os interessados em participar do FameLab, um concurso internacional que busca aproximar cientistas do público em geral e desenvolver habilidades de comunicação com o público. O período de submissão de projetos vai até 28 de fevereiro. O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) é um dos apoiadores da iniciativa e vai levar até 15 pesquisadores brasileiros para a decisão nacional acontece em 27 de abril, no Museu de Amanhã, no Rio de Janeiro (RJ).

Os interessados devem mandar dois vídeos de três minutos cada, sendo um em português e outro em inglês. Não podem ser utilizados recursos de Power Point ou outro dispositivo eletrônico de apresentação, músicas de fundo, edições ou efeitos especiais. O uso de materiais de apoio portáteis é limitado. As produções devem ser encaminhadas à comissão julgadora do FameLab. Confira abaixo o edital completo.

O concurso FameLab foi lançado em 2004 pelo Festival de Ciência de Cheltenham (Inglaterra) e está presente em 32 países. Organizado pelo British Council, é apoiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), pelo Conselho Nacional das Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap) e pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Elegibilidade

Podem participar da seleção bolsistas de mestrado (stricto sensu), doutorado, doutorado direto e pós-doutorado nas áreas de ciências da vida ou ciências exatas, tecnológicas e engenharias fluentes em português e inglês, das seguintes agências: CNPq; Fapesp; Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg); Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig); Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb); Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc); Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec); e Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Paraná.

Os não bolsistas também podem participar, desde que tenham 21 anos e sejam fluentes em português e inglês. Além disso, devem estar cursando algum curso de pós-graduação nas áreas alvo em instituições de ensino superior reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). Os mesmos critérios se aplicam a estrangeiros.

Candidatos de anos anteriores que não tenham sido contemplados com o prêmio podem submeter seus vídeos para avaliação novamente.