Notícia

IG

Insatisfação precoce

Publicado em 10 setembro 2007

Agência Fapesp

Um estudo epidemiológico que analisou 1.183 alunos de 6 a 18 anos, matriculados no ensino fundamental e médio de 20 escolas em Belo Horizonte, apontou que a maioria dos estudantes apresenta insatisfação com o próprio corpo — padrão que não se altera com a idade.

Dos alunos entrevistados, 62,6% estavam insatisfeitos com o próprio corpo, embora mais de 80% do total estivesse dentro do peso normal. Cerca de 34% gostariam de ser mais magros e 29% de ganhar peso. Entre os insatisfeitos, 32% eram homens e 30,6% mulheres.

O trabalho foi realizado por Ana Elisa Ribeiro Fernandes, médica pediatra do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e apresentado como dissertação de mestrado no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Faculdade de Medicina da UFMG.