Notícia

TN Sustentável

Inpe terá supercomputador para estudos de mudanças climáticas

Publicado em 12 março 2010

A Cray Inc., norte-americana, venceu a licitação internacional para a compra do novo supercomputador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. O equipamento será utilizado para estudos relacionados às mudanças climáticas globais e nas previsões relacionadas ao tempo e ao clima e irá apoiar o Centro de Ciências do Sistema Terrestre, criado pelo Inpe há um ano e meio, e coordenado pelo climatologista Carlos Nobre. O supercomputador deve começar a operar no segundo semestre de 2010 e custará R$ 31,4 milhões.

Prevê-se que será instalado no Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTECV) do Inpe, em Cachoeira Paulista, interior de São Paulo, onde já operam os outros quatro supercomputadores do instituto. A Cray disputou o fornecimento do supercomputador com a empresa japonesa NEC, que produziu os outros supercomputadores já usados pelo Inpe. A capacidade do novo supercomputador é de 15 teraflops, ou seja, ele pode fazer 15 trilhões de operações matemáticas por segundo. A Fapesp e a Finep financiaram a compra do equipamento, disponibilizando R$ 15 milhões e R$ 35 milhões, respectivamente, para a aquisição.

por Inovação Unicamp