Notícia

Catraca Livre

Inpe lança SOS Chuva para identificar tempestades

Publicado em 07 outubro 2016

Pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), de São José dos Campos, desenvolveram uma nova tecnologia que promete fazer a previsão de tempestades na ocorrência de extremos climáticos. O "SOS Chuva" vai fornecer à população informações sobre raios, rajadas de vento e chuvas de granizo.

O objetivo do instituto é reduzir os impactos dos eventos ligados ao aquecimento global e às ações do homem no meio ambiente. Como consequência, o Inpe espera que ocorra uma queda no número de mortes causadas por deslizamentos de encostas, enchentes e desabamento de casas.

Os equipamentos, criados por uma equipe com mais de 50 cientistas brasileiros e estrangeiros, já foram instalados e a previsão é que o "SOS Chuva" comece a operar em novembro deste ano na cidade de Campinas, em São Paulo. Para colocar a ideia em prática, os pesquisadores fizeram estudos durante cerca de 10 anos.

O radar usado na tecnologia, capaz de cobrir uma área de 100 quilômetros, custou 600 mil euros, pagos com recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), que investiu R$ 3 milhões no total.

A Defesa Civil também deverá usar o projeto para reduzir os danos provocados pelas chuvas em áreas de risco. Além disso, a população poderá interagir com a tecnologia por meio de um aplicativo para o usuário enviar informações em tempo real.