Notícia

O Vale online

Inpe estuda formação das nuvens de tempestades

Publicado em 08 janeiro 2011

O Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), com sede em São José dos Campos, vai iniciar estudos sobre a formação e a evolução das nuvens de tempestades.

O objetivo da pesquisa é auxiliar na adoção de medidas preventivas a catástrofes.

Segundo os pesquisadores, os processos físicos relacionados à evolução de nuvens de tempestade são ainda desconhecidos e poucos descritos com precisão pelos modelos numéricos de previsão de tempo e clima utilizados hoje.

O trabalho terá a ajuda do novo supercomputador do Inpe, instalado no Cptec (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), em Cachoeira Paulista. O equipamento foi inaugurado em dezembro passado pelo instituto com a função de ampliar a confiabilidade das previsões.

Aprovação. O projeto temático "Chuva", aprovado pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), irá se concentrar nos diferentes processos que ocorrem no interior de nuvens quentes.

Estas nuvens, típicas de regiões tropicais, principalmente em regiões costeiras, e nas quais não se observam partículas de gelo, estão associadas às fortes chuvas que caracterizam eventos meteorológicos extremos. Elas foram responsáveis pelas chuvas que provocaram enchentes no Vale do Itajaí (SC) no ano passado.

Os resultados da pesquisa serão aplicados também à área de mudanças climáticas, em análise do efeito de aerossóis na formação de nuvens de chuva e na modelagem de resolução espacial que deverá detalhar melhor os processos.