Notícia

MCTIC - Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

Inpe aperfeiçoa monitoramento de raios no próximo verão

Publicado em 17 agosto 2010

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCT) coloca em uso dentro de alguns meses um equipamento de nova geração para monitorar com alta precisão a incidência de raios na cidade de São José dos Campos (SP), com vistas a aplicações em todo o País.

Os trabalhos serão realizados pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto, sob coordenação de Osmar Pinto Júnior, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Este projeto será o primeiro do mundo a realizar tais observações.

"Os resultados devem auxiliar na compreensão do fenômeno e na avaliação de sua variabilidade geográfica. Eles também serão de grande importância no aperfeiçoamento das observações feitas pela Rede Brasileira de Detecção de Descargas Atmosféricas, a BrasilDat", afirmouPinto Júnior.

A iniciativa é parte do Projeto Temático Impacto das Mudanças Climáticas sobre a incidência de descargas atmosféricas no Brasil, desenvolvido pelo Elat.

O novo equipamento, composto por três câmeras de alta resolução, tem características fundamentais para o estudo de raios: alta velocidade de gravação e boa qualidade de imagem. Além disso, tem sensores que ativam as câmeras automaticamente em caso de ocorrência de raios. As atividades de observação devem ser iniciadas ainda este ano.

O objetivo é captar imagens de diferentes ângulos de uma mesma tempestade, o que ampliará o número de raios registrados por minuto e aumentará a qualidade das informações.

Dados mais precisos obtidos a partir de estudos como este podem auxiliar na compreensão do fenômeno e também orientar políticas ou trabalhos para a prevenção de mortes e danos materiais, como a realização de campanhas de conscientização da população e desenvolvimento de novas tecnologias na área.