Notícia

Gazeta Mercantil

Inovatec desenvolve aparelho coronário dentro de incubadora

Publicado em 19 maio 2006

Por Nina Hao Soares, São Paulo
São Paulo

A Inovatec nascida no Centro Incubador de Empresas Tecnológicas (Cietec), da Universidade de São Paulo, desenvolve os primeiros stents coronários e periféricos (implantados em artérias fora da região do coração) com tecnologia totalmente nacional.
Com investimento de R$ 400 mil, a Inovatec é a primeira no Brasil a fabricar o stent. Conta com dois funcionários e ocupa um espaço de 60 m², dentro do Cietec.
"É bom lembrar que o stent já existe no Brasil, só que importados. O que foi feito é um estudo inovador de um único dispositivo que começa a partir de estudos com animais, exemplo coelho e não rato como são feitos na maioria das pesquisas", informa Spero Morato, doutor em física, professor titular da USP e ex-superindentende do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen).
Para desenvolver o equipamento, a Inovatech conta com o apoio de bolsas da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) para seus pesquisadores.
Além dos stents, a empresa também trabalha no desenvolvimento de outros equipamentos médicos, como próteses e filtros de veia cava para trombose. No Brasil, acontecem 80 mil operações de implante de stents coronários por ano.