Notícia

Tribuna Liberal

Inovações tecnológicas são temas de seminário da CT-ID dos Comitês PCJ

Publicado em 20 fevereiro 2019

Inovações Tecnológicas e Pesquisas Aplicadas à Gestão do Saneamento e Recursos Hídricos” são os temas do seminário que será promovido pela CT-ID (Câmara Técnica de Integração e Difusão de Pesquisas e Tecnologias) dos Comitês PCJ (das bacias hidrográficas dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí), em Piracicaba, com o apoio da Agência das Bacias PCJ. O evento será realizado nesta quinta-feira, dia 21 de fevereiro, das 14h às 18h, no NEA/Sedema (Núcleo de Educação Ambiental de Piracicaba), que fica na Rua Maurice Allain, nº 77, no Parque do Mirante.

Um dos principais objetivos da CT-ID, com este seminário, é reconhecer e divulgar organizações que se destacam pela utilização de boas práticas de operação e gestão do saneamento. As inscrições gratuitas foram encerradas na segunda- -feira. 18 de fevereiro.

Na programação, estão previstas duas mesas redondas com especialistas da área de saneamento e gestão dos recursos hídricos. Uma será sobre o tema “Demandas e desafios da gestão do saneamento” e outra sobre ‘cases’ de “Inovação na gestão do saneamento”, além de apresentação de pôsteres com resumos e apresentações de ‘cases’ de Eficiência Operacional no Saneamento e Inovação da Gestão em Saneamento.

Com essa iniciativa, a intenção da CT-ID é a de criar um “banco de experiências” para fomentar processos de benchmarking de inovação na operação e gestão do saneamento.

De acordo com o coordenador da CT-ID, professor Tadeu Malheiros, nos últimos anos, os significativos investimentos realizados no âmbito das Bacias PCJ (Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí) no contexto do saneamento ambiental resultaram na ampliação da infraestrutura e consequentemente na melhoria da qualidade ambiental e dos indicadores de saúde das comunidades da região. “Assim, observa- -se crescente demanda por desenvolvimento de tecnologias para aumentar a eficiência de todo este sistema, como por exemplo, no monitoramento, em processos de tratamento, no atendimento ao cliente, entre diversos outros”, observou.

Malheiros argumentou que as instituições do setor de saneamento e gestão de recursos hídricos, no entanto, acabam tendo que recorrer a produtos e serviços importados ou de custo muito elevado, prejudicando a própria viabilidade dos processos de melhoria continuada.

“É exatamente aqui onde entra o papel do Câmara Técnica de Integração e Difusão de Pesquisas e Tecnologias, ou seja, favorecer acesso a informações, criar pontes duradouras entre demandas do setor e produção de inovações, alinhadas ao contexto e necessidades na nossas Bacias PCJ”, destacou o professor da USP (Universidade de São Paulo), campus de São Carlos. Entre o conjunto de programas e ações que está sendo executado no âmbito da CT-ID isto significa buscar formas de incentivo à pesquisa, criação e inovação. “Este, portanto, é o foco do seminário em questão”, ressaltou Malheiros.

O professor também comentou que, nos últimos anos, as agências de fomento – com destaque para a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), no Estado de São Paulo e a CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), no âmbito nacional – têm estimulado programas de inovação, em diversos casos com demandas temáticas, como cidades sustentáveis, energias limpas, gestão eficiente, e encontraram um ambiente muito promissor, que tem conseguido trazer respostas de inovação para diversos gargalos destes setores. Isso tem potencializado o desempenho de instituições, inclusive com impacto social positivo, por exemplo, na geração de renda e redução de riscos, em menor pressão sobre os recursos naturais, especialmente a questão da segurança hídrica, e maior resiliência das instituições frente às crises econômicas.