Notícia

Esteta

Inovações para Produtividade Agrícola Sustentável serão discutidas em seminário

Publicado em 04 setembro 2014

A Fundação Bunge e a FAPESP reúnem, no dia 23 de setembro, no Auditório da FAPESP, alguns dos principais especialistas brasileiros em Produtividade Agrícola Sustentável para expor os avanços obtidos na área e debater assuntos importantes como microbiologia ambiental na área agrícola e melhoramento genético de plantas.

Recentemente, o Relatório do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) da Organização das Nações Unidas (ONU) fez um alerta sobre os impactos das mudanças climáticas na produtividade agrícola, que podem agravar a insegurança alimentar que atinge hoje 800 milhões de pessoas, principalmente em áreas urbanas e regiões castigadas pela fome.

Para debater a importância da produtividade agrícola sustentável, o engenheiro agrônomo Fernando Dini Andreote, formado pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da Universidade de São Paulo, fará a palestra “O uso do microbioma dos solos e das plantas na busca de uma agricultura sustentável”.

Andreote, contemplado na categoria “Juventude” do Prêmio Fundação Bunge 2014, possui ampla experiência em microbiologia ambiental na área agrícola, com mais de 60 trabalhos publicados. O tema a que se dedica é de extrema importância e pode levar a agricultura a um novo patamar de sustentabilidade.

Segundo Andreote, há mais de 10 mil espécies diferentes de microrganismos no solo. “Se conseguirmos fazer com que eles trabalhem para nós, diminuímos o impacto ambiental do uso de agroquímicos e aumentamos a sustentabilidade agrícola”, disse.

Contemplado na categoria “Vida e Obra” por trabalhos como a conservação e o melhoramento genético de recursos vegetais nativos da Amazônia, Hiroshi Noda fará a palestra “Sustentabilidade na Agricultura Familiar Amazônica: Melhoramento e Conservação de Recursos Genéticos Hortícolas”.

Noda é engenheiro agrônomo também formado pela Esalq e professor dos programas de pós-graduação do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), em “Agricultura no Trópico Úmido”, e da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), em “Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia”.

“A agricultura, em escala global, tem três grandes desafios a serem suplantados: garantir a segurança alimentar; aumentar os níveis de sustentabilidade agrícola em face do processo gradual de deterioração ambiental; e desacelerar e estancar o processo de perda da agrobiodiversidade”, disse Noda.

O engenheiro já produziu 50 trabalhos científicos em periódicos, 62 capítulos de livros e 10 livros. Atualmente, desenvolve pesquisas como o mapeamento dos locais de procedência de plantas condimentares e aromáticas comercializadas em Manaus e a espacialização da produção de hortaliças não convencionais também comercializadas na região de Manaus.

Suas pesquisas renderam variedades de melhor adaptação ao solo amazônico, como tomates geneticamente resistentes à bactéria R. solanacearum, entre outros diversos exemplos de frutas e hortaliças como melão, pimentão e feijão.

O seminário contará ainda com as participações de Adalberto Luís Val, do Inpa, José Galizia Tundisi, do Instituto Internacional de Ecologia, José Roberto Postali Parra, da Esalq, e Silvio Crestana, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, para debater esses e outros assuntos da Produtividade Agrícola Sustentável.

O evento é gratuito e a inscrição pode ser feita em: www.fapesp.br/eventos/bunge2014

Agência FAPESP