Notícia

Protec - Pró-Inovação Tecnológica

Inovações para a saúde do coração

Publicado em 30 março 2012

Professor do curso de Engenharia Biomédica da PUC/SP, Aron José Pazin de Andrade vai mostrar as novidades em biomateriais e equipamentos para cardiologia no 1º Congresso da Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde (Cimes). Como palestrante de uma das sessões temáticas, o pesquisador vai destacar as aplicações, vantagens e desvantagens das bombas não pulsáteis para assistência circulatória, área que vem crescendo em número de pesquisas, em boa parte por serem peças pequenas, de implantação mais fácil e rápida no corpo humano.

"A aplicação do produto vem aumentando mundialmente, porém o Brasil quase não tem projetos nessa área. É uma tecnologia complexa, que exige dinheiro, empenho e grupos de pesquisa", explica Andrade, que atua no único centro de pesquisa para o tema na América Latina - o Centro de Engenhariaem Assistência Circulatória(Ceac), ligado ao Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia. A instituição está vinculada à Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

No Ceac, Andrade desenvolveu outra tecnologia fundamental: o primeiro coração artificial auxiliar brasileiro. É uma bomba centrífuga de assistência ventricular implantável para uso por pacientes que aguardam transplante. Sem substituir o órgão natural, ela proporciona uma espera mais tranquila e pode até salvar o paciente, que muitas vezes não consegue sobreviver até a doação.

A inovação é fruto de união de esforços, contando com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), Hospital do Coração e Ministério da Saúde.

(Fonte: Boletim Cimes nº 4 - 20/03/2012)