Notícia

Sebrae SP

Inovação: Sebrae-SP e Desenvolve SP anunciam investimento

Publicado em 24 agosto 2012

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Desenvolve SP e em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, lançou nesta sexta-feira o programa "São Paulo Inova", de apoio a empresas paulistas de base tecnológica e de perfil inovador, inclusive as em estágio inicial de operação (startups).

O programa será composto por três linhas de financiamento operadas pela Desenvolve SP, duas delas com juros zero, e um termo de cooperação para a constituição de um fundo de investimento para empresas startups e de inovação tecnológica. Será um total de R$ 250 milhões, sendo R$ 100 milhões destinados ao Fundo de Investimento e R$ 150 milhões em recursos para as linhas de financiamento.

O Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, agradeceu o Sebrae-SP pelo apoio. "Já temos 11 parcerias com o Sebrae-SP. É um grande parceiro do desenvolvimento do Estado", afirmou. Sobre o programa lançado, declarou: "O São Paulo Inova é emprego, renda, qualidade de vida e competitividade internacional. Esse é o DNA de São Paulo."

"Para trabalhar com micro e pequenas empresas é preciso, além de competência, ter paixão. E nós nos sensibilizamos com este programa, muito focado no desenvolvimento das empresas paulistas", disse Alencar Burti, presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-SP. "Nós do Sebrae-SP aceitamos participar do Fundo de Inovação Paulista porque acreditamos que esta ação vai se integrar plenamente à atividades que já desenvolvemos em prol das micro e pequenas empresas", completou.

Fundo de Inovação Paulista - O Governo do Estado, em parceria com o Sebrae-SP e outros potenciais investidores, promoverá a constituição do "Fundo Inovação Paulista", por meio de gestor a ser selecionado por processo público coordenado pela FINEP. O objetivo do Fundo é fomentar as empresas de perfil inovador com potencial para geração de novos produtos, agregando valor e beneficiando a economia e a população paulista.

"Esse programa vai incentivar a produção científica e tecnológica em São Paulo, oferecendo o apoio financeiro necessário para que essas empresas cresçam. Além disso, o Sebrae-SP contribuirá com sua experiência em gestão empresarial por meio de seus produtos ligados à inovação", afirma Bruno Caetano, diretor-superintendente do Sebrae-SP.

Os investimentos do Fundo irão principalmente para empresas com faturamento anual de até R$ 3,6 milhões, inclusive as em estágio inicial de operação (startups), podendo atender também empresas com faturamento de até R$ 18 milhões. Os projetos serão avaliados pelo gestor do Fundo e aprovado pelo comitê formado pelos investidores. Entre as ciências que serão contempladas, preferencialmente, estão nanotecnologia, fotônica, ciências da vida e TI.

O Fundo contará com patrimônio de R$ 100 milhões, sendo até R$ 25 milhões da Desenvolve SP, e terá participação do Sebrae-SP, da Fapesp, do FINEP e eventuais investidores.

Os projetos das pequenas empresas candidatas ao benefício serão avaliados pelo comitê formado pelos investidores. Entre as ciências que serão foco de investimento estão nanotecnologia, fotônica, ciências da vida, tecnologia da informação, biotecnologia e comunicação.

Atendimento à imprensa: 3177-4904 / 4831 / 4905