Notícia

Valor Econômico online

Inovação deve acompanhar ampliação da rede

Publicado em 09 dezembro 2010

Por Samantha Maia
A universalização dos serviços de água e esgoto no Brasil poderia ser conquistada 18 anos antes do que o previsto - de 2060 para 2042 - com o ritmo de investimento atual, caso as empresas de saneamento tivessem ganho de 30% em produtividade. Se, além desse ganho, o patamar de investimento fosse dobrado, o serviço chegaria a toda a população em 2024. O cálculo, realizado pela Companhia de Saneamento de São Paulo (Sabesp), mostra que, no setor de saneamento, o investimento em inovação é complementar ao aporte em expansão da rede. [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.