Notícia

Telecom Online

Innovatech trabalha pela homologoção da primeira solução femtocell do mercado brasileiro

Publicado em 21 julho 2008

Por Marineide Marques

A Innovatech Telecom, empresa nacional sediada em Campinas (SP), trabalha pela homologação do que pode ser a primeira solução femtocell do mercado brasileiro. A tecnologia, que ainda não tem nenhum lançamento comercial no mundo, permite direcionar ligações móveis em ambiente doméstico para redes ADSL. Nos Estados Unidos, a Sprint está em vias de lançar o serviço, enquanto na Europa a lista de interessados inclui nomes como Verizon e Vodafone.

Por aqui, a Innovatech desenvolveu uma solução batizada de concentrador de acessos fixo-móvel (CFM), que trabalha em redes de GSM de segunda geração, ao passo que as experiências internacionais são baseadas em redes de terceira geração. “Desenvolvemos uma solução inovadora em nível mundial”, diz um dos sócios da empresa, José Sindi Yamamoto. Ele explica que quando o usuário estiver localizado na área de cobertura do CFM (área residencial ou comercial interna), a solução permite que ele acesse a rede fixa do seu próprio terminal celular GSM e se beneficie da tarifa de rede fixa.

O desenvolvimento da femto-célula começou em 2004 com recursos repassados pela Fapesp. A Innovatech chegou até a fase de protótipo para testes e agora conversa com a Anatel sobre a homologação do produto. Uma das possibilidades seria enquadrar a solução como equipamento de radiação restrita. O passo seguinte será dar início à produção, que deverá ser terceirizada, pois a Innovatech não conta com parque fabril.

O objetivo da empresa é colocar o produto no varejo para o consumidor final. Ainda para este público, a empresa trabalha no desenvolvimento de uma CPE (terminal do usuário) para a tecnologia WiMAX que também tenha interface com redes de terceira geração.