Notícia

Jornal da Unesp

Iniciativa divulga função do mangue

Publicado em 01 janeiro 2007

Por Daniel Patire

Campus do Litoral Paulista desenvolve palestras e cartilha que focalizam caranguejo-uçá para mostrar ecossistema

No Campus do Litoral Paulista (CLP), unidade da UNESP de São Vicente, o professor de Ciências Biológicas Marcelo Antonio Amaro Pinheiro desenvolve um trabalho de educação ambiental entre professores e alunos das escolas de ensino fundamental de São Vicente e Praia Grande. A atividade tem o intuito de apresentar, por meio de palestras, o ecossistema do mangue e sua importância no ciclo de vida marinha e dos rios. Coordenador-executivo do CLP, Pinheiro usa informações de sua pesquisa com uma das espécies-chave do mangue: o caranguejo-uçá (Ucides cordatus).
Durante as palestras, os alunos recebem uma cartilha que conta o ciclo de vida do crustáceo em quadrinhos e passatempos, como labirinto, ligue-ponto, "vamos colorir". De autoria do professor, com desenhos de Marco Aurélio Amaro Pinheiro, a publicação Gú & Gui e o caranguejo-uçá narra a história de dois garotos que, ao penetrar em um mangue, descobrem, com auxílio do "Professor Magrão" e do "Seu Zeca do Caranguejo", a biodiversidade e a importância desse habitat para espécies marítimas e dos rios. A cartilha tem o apoio de Fapesp, Fundunesp, Fundação Biodiversitas e Cepsul/Ibama.
Quando os filhos de Pinheiro, Gustavo e Guilherme, tinham 7 e 2 anos, respectivamente, ele quis abordar de maneira simples a pesquisa que desenvolvia pela UNESP. Estudou, então, o ciclo de vida, importância ecológica e manejo do Ucides cordatus, nos Projetos Uçá I e Uçá II