Notícia

Agência C&T (MCTI)

Iniciação cientifica

Publicado em 11 dezembro 2007

Os Programas Institucionais de Bolsa de Iniciação Cientifica (PIBIC) têm papel fundamental na formação de novos pesquisadores. Dirigido aos alunos de graduação, os Programas têm o objetivo de formar futuros pesquisadores, capazes de desenvolver projetos de Pesquisa em diferentes áreas do conhecimento.

Implantado em janeiro desse ano, o PIBIC da Universidade Braz Cubas oferece cinqüenta bolsas de estudo, que foram distribuídas entre os professores com projetos de pesquisa em andamento. No Programa, os alunos recebem bolsa de estudo da Universidade e, em contrapartida, elaboram seus projetos de pesquisa de acordo com a Linha de Pesquisa do professor orientador. Os alunos também são estimulados a participarem de eventos científicos, apresentando seus projetos, bem coma de publicar os resultados obtidos em revistas cientificas. Os alunos trabalham doze horas semanais, em conjunto com os seus professores orientadores.

Por outro lado, os Programas também colaboram para o desenvolvimento da pesquisa à medida que, com a colaboração dos alunos, permitem a coleta e a análise de dados num tempo menor, o que garante a rapidez e agilidade que a pesquisa requer.

O PIBIC da Universidade Braz Cubas apresenta resultados muito satisfatórios, aponto da Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação cogitar um aumento no número de bolsas para 2008.Na Braz Cubas, as bolsas do PIBC são mantidas com recursos próprios e com auxílios da Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo (FAPESP) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em função dos projetos de pesquisa existentes.

De nossa experiência, podemos dizer que o sucesso do PIBC está diretamente relacionado à existência de Linhas de Pesquisa Institucional, mantidas pela Universidade em conjunto com outras agências financiadoras, e a organização dos pesquisadores em Grupos de Pesquisa, que trabalham no sentido de atingir as metas institucionais da pesquisa.

A Braz Cubas espera, dessa forma, colaborar com a formação de novos pesquisadores que sejam capazes de enfrentar novos desafios da pesquisa num mundo cada vez mais globalizado e tecnológico.