Notícia

Canal do Ensino

Iniciação Científica: como elaborar projetos de pesquisa

Publicado em 14 dezembro 2017

Por Coach Maria Angélica

Olá, leitor!

Se você é um estudante que sempre se empolgou com as feiras da escola e até participou de algumas durante o ensino médio, provavelmente também gosta de criar projetos pessoais que, de alguma maneira, impactem na vida das pessoas.

Esta habilidade pode motivá-lo a ser um cientista e poderá aproveitar muitas oportunidades durante sua vida na universidade para viver experiências de pesquisas científicas.

Uma das formas de começar a carreira como cientista é através dos programas de Iniciação Científica oferecidos aos universitários. Porém muitos estudantes não têm ideia de como funciona a Iniciação Científica e qual o primeiro passo para começar.

Um dos primeiros passos para participar de um programa de Iniciação Científica é elaborar um projeto de pesquisa. Muitos encaram esta etapa apenas como uma parte burocrática e até chata, porém é extremamente importante para o sucesso da pesquisa que as estratégias estejam documentadas, para que se obtenham os resultados, tanto de aprendizado, quanto os objetivos da pesquisa em si.

O projeto de pesquisa científica vai nortear todo o processo e indicar o passo a passo para o estudante, evitando que se cometam erros por falha de planejamento ou que se perca o foco pretendido.

Preparamos este guia para te ajudar a elaborar um Projeto de Iniciação Científica seguindo todas as normas recomendas. Confira!

O que é Iniciação Científica

A Iniciação Científica é um programa de apoio teórico e metodológico que aumenta as chances de um estudante de graduação, participar e seguir carreira na pesquisa científica.

Os programas de Iniciação Científica oferecidos pelas universidades, têm como principal objetivo despertar talentos e incentivar os novos cientistas a ingressarem na Pós-graduação para obter os títulos de Mestres e Doutores.

Importância de fazer Iniciação Científica

A Iniciação Científica é uma ótima experiência de vida para o estudante, aumentando sua visão de mundo através da troca de conhecimento em eventos e congressos, e também através do estudo dos projetos que impactam a sociedade.

Um estudante que participa de um projeto de Iniciação Científica, apresenta melhoria de rendimento nas disciplinas de seu curso, pois aprende a ser mais organizado e disciplinado, e melhora a concentração e o foco nos estudos. A jornada de pesquisa desperta sua criatividade e habilidade de lidar com imprevistos e também sua comunicação, tanto escrita, que é treinada na elaboração do projeto de iniciação científica quanto na apresentação oral dos resultados da pesquisa e em eventos e congressos.

Mesmo que o estudante não siga jornada acadêmica fazendo uma pós-graduação, a experiência de fazer uma Iniciação Científica será um diferencial competitivo no seu trabalho fora da universidade, já que estas habilidades são desejadas em qualquer profissão e serão utilizadas durante toda sua vida.

Se você se empolgou em despertar seu potencial de cientista, confira a seguir as etapas de uma pesquisa científica e como elaborar um projeto para ser bem sucedido.

Etapas de uma pesquisa científica

O projeto de pesquisa é o documento com o planejamento de tudo o que é necessário para executar as atividades durante a pesquisa.

Não é apenas um documento, é um plano de pesquisa que é documentado considerando-se todas as possibilidades, métodos e recursos, caso contrário, corre-se o risco de dar início à alguma atividade, e o estudante se perder pelo caminho e até desistir da pesquisa. Aqui estão algumas dicas de como elaborar um projeto de pesquisa passo a passo!

1 – Etapas de Planejamento da Iniciação Científica

Escolha do tema

O aluno precisa antes de tudo, definir qual é a área em que pretende atuar para escolher o tema da pesquisa, idealmente de preferência a área de maior afinidade. Nesta etapa recomenda-se que discuta com o professor orientador que provavelmente irá propor temas, desafios e os objetivos a serem alcançados com cada ideia.

Para decidir considere os seguintes aspectos:

- Você tem afinidade pelo tema e linha de pesquisa? Isto é, você gosta do assunto principal da pesquisa?

- Qual é o tempo que tem disponível para realizar a pesquisa e entregar os resultados? Considere também o tempo para estudar e consultar bibliografia, tempo para reuniões, tempo para executar atividades do projeto de acordo com a especificidade e profundidade do tema.

- Você tem um professor com disponibilidade para supervisionar o projeto e te orientar?

- Você tem recursos disponíveis para se empenhar na pesquisa? Livros, biblioteca disponível, dados para pesquisa etc.

Revisão da literatura

Mesmo que seja um tema novo, toda pesquisa tem alguma referência relacionada para ser consultada e pode definir o contexto inicial do projeto, além de validar os conceitos teóricos e a metodologia empregada.

É importante que durante a consulta de obras (textos científicos, dados estatísticos, artigos de internet, apostilas, jornais e revistas) sejam anotadas as referências, que depois serão citadas no projeto científico e nos documentos em que apresentará os resultados, como monografias e artigos científicos.

Justificativa

Aqui o estudante irá abordar qual é a relevância e importância do tema, como o projeto irá contribuir para resolução de um problema e apresentar os benefícios que serão alcançados. É importante deixar estes pontos bem claros, pois, tem um grande impacto na escolha de projetos para financiamentos e concurso de bolsas de iniciação científica.

Formulação do problema

Nesta etapa define-se qual é o desafio principal, isto é, qual é o problema que a pesquisa irá solucionar ou esclarecer.

Objetivo

A pesquisa pretende alcançar alguns objetivos, nesta etapa, devem ser descritos os objetivos gerais e os objetivos específicos.

Metodologia

O trabalho de pesquisa utilizará procedimentos padronizados em quais métodos? Nesta etapa se determina quais serão estes métodos, técnicas e materiais que serão empregadas.

Cronograma

O projeto de Iniciação Científica precisa ter um organização na forma de cronograma, com definições de data de início, data de realização de cada etapa e data de apresentação dos trabalhos.

Recursos

Define-se quais serão os recursos para que o projeto seja realizado. Recursos financeiros, humanos e materiais.

2 – Execução do projeto de Iniciação Científica

Após a elaboração do planejamento do projeto e redação do mesmo, se submete à aprovação do professor orientador e se solicitado alguma bolsa ou financiamento, é nesta etapa que se submete para instituição aprovar (veja mais detalhes de como conseguir uma bolsa de iniciação científica no próximo tópico).

Projeto de Iniciação Científica aprovado, agora é o momento de executar cada atividade prevista através da coleta e organização de dados, experimentos, entrevistas, análise dos dados, discussão dos resultados para conclusão do mesmo.

É importante manter registros organizados de cada atividade que ajudarão na apresentação dos resultados finais.

3 – Apresentação dos resultados de Iniciação Científica

Após todo o esforço empregado é o momento de organizar os resultados e apresentar para a comunidade acadêmica. Os resultados podem ser organizados na forma de resumo, trabalho de conclusão de curso (monografia) e artigo científico.

Modelo da Estrutura de um Projeto de Iniciação Científica

O Projeto de Iniciação Científica deverá ser formatado de acordo com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que é a instituição que padroniza e normatiza os gêneros científicos no Brasil.

Estrutura do Projeto de Iniciação Científica de acordo com a ABNT

a) Capa

b) Folha de rosto

c) Lista de ilustrações

d) Lista de tabelas

e) Lista de abreviaturas e siglas

f) Sumário

g) Corpo do texto

1. Introdução

1.1 Problema

1.2 Hipóteses (quando couber)

1.3 Objetivos

1.4 Justificativa

2. Referencial teórico

3. Metodologia

4. Recursos (quando necessário)

5. Cronograma

h) Referências

i) Apêndices

j) Anexo.

Como criar projetos de Iniciação Científica – Modelos em pdf

Confira alguns modelos de projetos de iniciação científica prontos para serem redigidos:

Modelo 1: Acesse aqui o exemplo de Projeto de Iniciação Científica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Modelo 2: Acesse aqui o Manual para Projeto de Pesquisa segundo a ABNT elaborado pela Universidade Metodista.

Modelo 3: A Universidade Estadual do Paraná elaborou um modelo de Projeto de Pesquisa que também atende as normas ABNT. Acesse aqui.

Cursos de Metodologia Científica

Já compartilhamos aqui no Canal do Ensino, várias dicas para elaborar monografias, artigos científicos e outros documentos acadêmicos. Se quiser se aprofundar e aprender sobre metodologia científica e escrita de documentos científicos, pode aproveitar cursos oferecidos pela Universidade Federal de Santa Catarina e pela Universidade de São Paulo. Confira abaixo:

USP lança curso online grátis de Escrita Científica

UFSC oferece curso gratuito online de Metodologia Científica

Bolsas de Iniciação Científica

Você pode conseguir uma bolsa de iniciação científica para financiar seu projeto de pesquisa. Uma das principais formas é através do PIBIC (Programa Institucional de Bolsas de Pesquisa de Graduação em Pesquisa Científica) e a FAPESP no estado de São Paulo.

PIBIC

O PIBIC concede bolsas com duração de 1 ano, fornecidas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Científico (CNPq)

A bolsa PIBIC pode ser solicitada pelos orientadores credenciados a qualquer momento do ano. O estudante interessado em fazer Iniciação Científica com bolsa PIBIC, deverá procurar um orientador credenciado. Para verificar informações sobre orientadores, consultar a página do PIBIC-ON ou contatar o Coordenador através do e-mail pibic@on.br.

As candidaturas dos alunos serão avaliadas pela Comissão do PIBIC, que irá avaliar o projeto de pesquisa e fornecer a bolsa de acordo com a disponibilidade e se atender aos critérios estabelecidos no Regimento Interno.

Confira tudo o que você precisa saber sobre bolsa de Iniciação Científica do PIBIC aqui.

FAPESP

As bolsas da FAPESP são destinadas a alunos de graduação matriculados em instituições de ensino superior, localizadas no Estado de São Paulo para desenvolvimento de pesquisa científica (IC) ou tecnológica (IT): Faculdades ou Institutos na USP, Unicamp ou Unesp, Centro de Universidades Federais, Institutos de Pesquisa Estaduais, Universidades Privadas que possuam Faculdades ou Institutos e Universidades Privadas que não possuam Faculdades ou Institutos.

Alguns requisitos para que o aluno consiga uma bolsa de Iniciação Científica da FAPESP são:

Estar cursando a graduação.

Ter concluído um número suficiente de disciplinas relevantes para o projeto.

Bom desempenho acadêmico, evidenciado pelo histórico escolar.

Para conhecer os requisitos e critérios para concorrer a uma bolsa de Iniciação Científica da FAPESP acesse www.fapesp.br/

Bolsa de Iniciação Científica – Valor

Uma dúvida bem comum, é quanto ao valor da bolsa de Iniciação Científica. O valor depende da instituição, como referencia podemos citar a bolsa de Iniciação Científica da FAPESP vigente desde agosto de 2017, que é de R$ 676,80.

Confira os valores de Bolsas regulares FAPESP Iniciação Científica (IC) no link www.fapesp.br/valores

Há opções de se fazer Iniciação Científica fora do Brasil, confira aqui 30 países que oferecem bolsas de estudo para brasileiros.

Esperamos que este guia tenha te ajudado a organizar suas ideias e te motivado a fazer um projeto de Iniciação Científica.

Compartilhe com os amigos!

Até breve!

Tweet

‹anterior

Deixe um comentário

Clique aqui para cancelar a resposta.

Nome*

Email*

Website

Enviar comentário