Notícia

DHoje Interior online

Infecção por Zika pós-dengue, não agrava doença

Publicado em 23 junho 2017

Por Guilherme

Pesquisadores demonstram que anticorpos anti-dengue não agravam infecção por Zika. Estudo foi divulgado ontem e analisou mais de 70 pacientes.

Um estudo realizado em Rio Preto, com cerca de 70 pacientes, concluiu que vítimas infectadas por Zika, que tiveram ou não dengue anteriormente, apresentavam condições clínicas, carga viral e níveis de mediadores inflamatórios iguais nos outros dois grupos estudados, mostrando assim que não ocorreu uma maior gravidade em pacientes já infectados por dengue, conforme destaca o Prof. Maurício Nogueira, que liderou o grupo.

“Não existe relação de infecção severa por Zika em pacientes que já contraíram dengue. Os estudos realizados in vítreo comprovaram que não existe essa relação”, completou.

O trabalho foi publicado ontem no periódico Clinical Infectious Diseases ) com o título: “Viral load and cytokine response profile does not support antibody-dependent enhancement in dengue-primed Zika-infected patients”, liderado por um grupo de pesquisadores do Laboratório de Pesquisas em Virologia da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP), e com colaboração de pesquisadores da USP, UNESP, Instituto Butantan, University of Texas Medical Branch e New Mexico University.

O estudo contou com o financiamento da FAPESP através de um auxílio de “Projeto Temático”, e com o apoio do Instituto Butantã e do INCT-Dengue.

Por Jaqueline Barros