Notícia

Jornal da Zona Leste

Infecção na gengiva leva vários problemas

Publicado em 07 julho 2007

O sangramento frequente da gengiva é o principal sintoma de uma doença bacteriana chamada periodontite, que afeta 75% da população brasileira. Além de levar à perda dos dentes, a doença ainda está relacionada a outros problemas de saúde, como doenças cardiovasculares, infecções pulmonares e partos prematuros.

Estudos internacionais já teriam comprovado que o cuidado com periodontite previne o aparecimento de algumas doenças e facilita o controle de outras já existentes. 

No Brasil, essa relação começou a ser estudada uma pesquisa da Faculdade de Odontologia da USP (Universidade de São Paulo) de Ribeirão Preto SP), com financiamento da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).

Durante os estudos da Faculdade de Odontologia, foram apresentadas evidências de que a infecção gengival prejudica o controle do diabetes do tipo 2, segundo o professor Taba Júnior. Após o tratamento da periodontite, alguns diabéticos diminuíram a necessidade de muitas doses de insulina.

As bactérias causadoras da periodontite também podem migrar para o coração e provocar endocardite (uma infecção no forro das válvulas do coração) e outros problemas cardiovasculares, como a aterosclerose [depósito de gordura nas artérias], que pode evoluir para isquemia e infarto.

De acordo com Rodrigo Bueno de Moraes, 31, um dos diretores da Sobrape (Sociedade Brasileira de Periodontologia), existem autores que consideram as infecções bucais fatores de risco para o coração comparáveis ao tabagismo e à hipertensão.

A periodontite também pode levar ao nascimento de bebês prematuros. Estudos demonstram que as bactérias periodontais podem provocar contrações uterinas e dilatação prematura do colo uterino, apressando o parto.