Notícia

Revista Química e Derivados

Incentivo à pesquisa cosmética no Brasil

Publicado em 01 novembro 2020

Por Da Redação

Considerando que a missão da Associação Brasileira de Cosmetologia- ABC é promover a cosmetologia por meio da difusão do conhecimento| técnico científico e da capacitação profissional visando atender às necessidades e expectativas do setor, a aproximação com a academia é de fundamental importância. Desde o início da minha carreira acadêmica na Universidade de São Paulo, em 1987, como docente e pesquisadora na área de cosmetologia, sempre contei com o apoio da ABC para a realização de pesquisas visando o reconhecimento e consolidação da cosmetologia como ciência, em busca da excelência e internacionalização do setor.

A menção honrosa Artur João Gradim, que a ABC instituiu em homenagem ao nosso querido e saudoso amigo Gradim, recebida na cerimônia de premiação do 2º Congresso Brasileiro de Cosmetologia como o professor universitário com o maior número de trabalhos submetidos nas últimas 10 edições anuais dos congressos da ABC, além de muita gratidão e honra, trouxe muitas lembranças de tantos eventos e gestões da ABC. A premiação recebida no 6 Congresso Brasileiro de Cosmetologia em 1988, pelo melhor trabalho apresentado no evento, nos possibilitou participar do 9 Congresso Latino Americano e Ibérico de Quimicos Cosméticos, realizado em Santiago (Chile), ocasião na qual conheci o Arthur João Gradim, na sua segunda gestão como presidente da ABC. Desde então. Gradim sempre foi um grande amigo e incentivador para a minha carreira científica e. acima de tudo, para a aproximação da academia com a ABC e com o setor produtivo, visando o crescimento da área cosmética no Brasil. E foram tantos congressos da ABC, incluindo os latinoamericanos e os da IFSCC, durante as gestões do Gradim e dos demais presidentes. que fizeram a diferença para os profissionais que vem atuando na Pesquisa, Desenvolvimento Inovação de cosméticos. tanto nas Colam igc, 1989 — Primeiro encontro com o Arthur Gradim Química e Derivados- novembro- 2020 “ La A Wa Colam ige, 1991 — Delegação brasileira no congresso, em Caracas oc E o 1 Jornada Farmacêutica de Ribeirão Preto-USP com Gradim TUCA oia TE E empresas como nas Universidades.

Como presidente da ABC, Gradim participou ainda dos Cola miq e em 1991 (Caracas) e em 1995 (São Paulo). Ainda no início da minha carreira, por ocasião do 7 edição Congresso Brasileiro de Cosmetologia, em 1990, apresentei os resultados do meu projeto de mestrado, referentes à padronização de um método para a determinação quantitativa de vitaminas em cosméticos por HPLC, que chamou a atenção de empresas cosméticas, como a Natura, e de matérias-primas cosméticas e farmacêuticas. como a Galena. No ano seguinte, iniciaram-se as parcerias com as empresas cosméticas, o que possibilitou a aplicação da pesquisa realizada na academia pelo setor produtivo, resultando em maior número publicações técnico científicas e maior suporte para os estudos de estabilidade. E o apoio da ABC, por meio do Gradim, na ocasião, não se limitou aos congressos da ABC, mas também aos eventos cientificos realizados na Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FCFRP-USP), da qual sou docente. Destaco a 1 Jornada Farmacêutica 39 BRASIL « s abc de Ribeirão Preto. que contou com o apoio da ABC e de algumas empresas do setor cosmético, que estavam presentes no evento.

À FCFRP-USP também contribuiu com eventos da ABC. como por ocasião do 12 Cola mic g. em 1995. trazendo uma palestrante da Universidade de Strath ely de — Glasgow. À seguir, a interação universidade e ABC, bem como universidade e empresas, resultou em um crescimento expressivo da Cosmetologia nos últimos 20 anos, sendo que na última década o Brasil passou a ter maior representatividade cientificá: internacional. conquistando maior competitividade e excelência para o setor cosmético no país. A ABC vem valorizando e incentivando cada vez mais o ensino ea pesquisa, o que pode ser comprovado também pelo encontro de Professores de Cosmetologia nos congressos da ABC nos últimos anos, visando a troca de conhecimentos e experiências. Na minha carreira acadêmico científica, o apoio das Instituições de Fomento. como a Capes, CNPq e Fapesp foram imprescindíveis para alcançarmos excelência cientifica e formação de recursos humanos altamente qualificados para atender a forte demanda do setor cosmético. A criação de centros de pesquisa na área no pais, como o nosso grupo de pesquisa Núcleo de Estudos Avançados em Tecnologia de Cosméticos (Nea tec) da FCFRPUSP, fundado em 1998 e do qual sou coordenadora, aumentou a interação com a comunidade científica internacional e com empresas do setor. Por meio de parcerias com indústrias de cosméticos e instituições de pesquisa internacionais na área, os pesquisadores do Nea tec vem realizando uma série de projetos de pesquisa e desenvolvimento de formulações cosméticas em paralelo ao desenvolvimento de métodos de avaliação para os estudos de caracterização de pele e de cabelos e de eficácia clínica de cosméticos, entre outros projetos.

Cumpre destacar que com o apoio ASSOCIA M pp IX NO) DI COSMETOLOGIA da Fapesp foi possivel consolidar a ciência cosmética no Brasil, por meio da aquisição de equipamentos que envolvem técnicas avançadas de biofisica e imagem da pele para aplicação na pesquisa, desenvolvimento e avaliação de cosméticos inovadores, resultando em publicações de impacto e patentes. Além disso, as parcerias com as empresas estimulam a realização de pesquisas aplicadas que podem resultar em inovações, sendo fundamentais para alcançarmos e mantermos a excelência. Tal apoio e parcerias, de acordo com o estudo State of Innovation, da Thomson Reuters, em 2016, colocou a Universidade de São Paulo em 1 lugar no mundo na pesquisa de cosméticos nos últimos 10 anos, à frente de grandes centros de pesquisa como a Universidade de Harvard e a Food and Drug Administration (FDA). Em síntese, após o breve relato da minha trajetória com o apoio da universidade, ABC, instituições de fomento e empresas. deixo aqui uma mensagem de incentivo aos jovens pesquisadores e a todos os professores e alunos para que enviem seus trabalhos para os congressos da ABC e também para os congressos internacionais Colam ige e IFSCC. Por fim. muita gratidão. alegria e honra em receber a menção honrosa que carrega o nome do Gradim, referência para nós como excelente profissional e, acima de tudo, como um grande amigo e ser humano. E não poderia deixar de mencionar o honroso prêmio Luis Gustavo Martins Matheus, conquistado pelo melhor trabalho apresentado que envolvia a biodiversidade brasileira. Gratidão pelo importante reconhecimento da ABC! E Profa. Dra. Patrícia Maria Berardo Gonçalves Maia Campos, Professora Titular da Universidade de São Paulo