Notícia

UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas

Incamp leva mais três empresas ao mercado

Publicado em 13 outubro 2009

Por Vanessa Sensato

A Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Unicamp (Incamp) acaba de graduar mais três empresas incubadas: Vocalize - Soluções em Tecnologias da Fala e da Linguagem, que atua na área de Tecnologia da Informação e da Comunicação; Engene - Engenharia Genética, com foco em Biologia Molecular; e EFB Technology - equipamentos para aplicações nas áreas de instrumentação médica. Com a graduação destas três empresas, a Incamp, que foi criada em 2001 e incorporada à Agência de Inovação Inova Unicamp em 2003, chega à marca de 21 empresas graduadas desde a criação.

As três empresas graduadas permaneceram o tempo máximo de incubação na Incamp, três anos. Para Mário del Giúdice Paniago, diretor cientifico da Engene, o período de incubação foi fundamental. Meu perfil de formação é acadêmico, pois eu havia saído do doutorado, mas a passagem pela Incamp permitiu a minha capacitação em gestão e negócios por meio dos cursos e assessorias, disse Paniago. A Engene está na fase final de execução do Programa Fapesp Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) e deve finalizar o desenvolvimento do seu produto até o final do ano.

Já Edmilson Morais, sócio-diretor da Vocalize, diz que para a empresa a maior colaboração do período de incubação foi a proximidade da Unicamp, que facilitou a captação de recursos humanos qualificados. Nossos próximos passos são comercializar nossa tecnologia de Conversão de Texto em Fala e finalizar o desenvolvimento de nossa tecnologia de Reconhecimento Automático de Fala, informa o diretor. Juan Carlos Castaneda, diretor técnico da EFB, também vê na Incamp uma grande oportunidade de fazer e manter contatos, pois para ele, a possibilidade de networking é um dos diferenciais mais importantes do período de incubação. Fora da incubadora, o próximo passo da empresa será a captação de recursos para o desenvolvimento final do projeto, coloca Castaneda.

Davi Sales, gerente da Incamp, explica que o processo de incubação termina para estas empresas. Mas, segundo ele, a parceria pode ainda continuar caso a empresa se torne uma empresa associada, por meio de um convênio com a Unicamp. A empresa pode se associar por até três anos e nesse período ainda tem acesso a alguns benefícios como assessorias, entre outros, coloca Sales. O gerente informa que nenhuma das três empresas efetivou o convênio de associação ainda, mas que já estudam esta possibilidade.